NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Super T: 'Boneca Fadinha Travesti', da Disney, causa preconceito em Rede Social

Em Neon: segunda-feira, 22 de dezembro de 2014



Pai sente-se enganado com a bonequinha "Tinker Bell" que deu de presente a sua filha. No lugar de aproveitar o momento para educar a filha sobre a diversidade de gêneros e que nem todas mulheres tem a necessidade de nascer com uma vagina, pai retrata o ódio, intolerância e o preconceito.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Conforme divulgado em compartilhamentos de Redes Sociais pelo mundo, uma menina de três anos, recebeu de presente de seu pai, uma boneca princesa da Disney, na área localizada no órgão genital urinário, veio um detalhe a mais. Embora ninguém saiba se foi ou não modificada de propósito, o brinquedo repercutiu nas Redes Sociais, causando rejeição por parte de LGBT-FÓBICOS e a aceitação de pessoas resolvidas em todos os sentidos.

"Eu dei ao meu bebê uma boneca 'Tinker Bell', que é um desenho animado que ela gosta muito. Ela tem outras bonecas, essa é uma fada", disse Carlos, o pai da criança, com raiva e se sentindo enganado.

O fato aconteceu na Argentina, um país que já existe a lei de identidade de gênero. O pai disse ter comprado a boneca em Buenos Aires, junto com outros brinquedos. A boneca em questão é uma cópia da "Tinker Bell", mas na caixa não diz ser um produto Disney (foto ao lado). "Ela é bem semelhante, mas custou três vezes menos que a original", disse Carlos.

Segundo a informação do pai "A caixa da boneca não tem número ou Código de barras. Chamamos a Defesa do Consumidor, mas disseram que, como não há nenhuma marca ou empresa para identificar o produto, não pode tomar medidas sobre o assunto".

A unica medida que tem que ser tomada, é o preconceito, o que uma boneca pode fazer mal a uma criança? Será que quando essa menina crescer ela não irá ver que no mundo existe uma diversidade de pessoas e gêneros? Ou ficará presa sempre dentro de uma caixa de embalagem de um brinquedo? Pode ter certeza que o pai, que é adulto, teve uma atitude muito mais maliciosa e de ignorância que a própria criança.

O episódio deveria ser mostrado com respeito, afinal nós cidadãs Travestis e Mulheres Transexuais existimos e merecemos todo o respeito, e como existem bonecas de várias etnias, não vejo maldade em ter bonecas que representem o nosso coletivo T.

Confira o vídeo com a reportagem local:




Foto: Twitter/Divulgação

Por: Kimberly Luciana Dias - CLIQUE AQUI e leia mais artigos da coluna Super T!

Kimberly é Blogueira (www.mundot-girl.blogspot.com.br), Estilista e Must em acessórios para quem faz shows. Natural da cidade de Fernandópolis, interior de SP, é dona de alguns Títulos de Beleza e Talento Profissional. É atuante na militância pelos direitos das Travestis e Transexuais.


 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code