NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

Entretenimento

Mundo LGBTI

.

Divertidíssima

GALERIAS

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Divertidíssima: Faça o teste para saber quem você é no 'RuPaul's Drag Race'

Em Neon: segunda-feira, 17 de julho de 2017

O site Em Neon, dentro do Divertidíssima criou um teste dentro do site Testony, para você se divertir um pouco e saber qual estilo, tipo ou atitude você tem de qual participante do reality mais purpurinado e que todos amamos, o "RuPaul's Drag Race".

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Clique na imagem abaixo e faça o teste:



Kadyrov alimenta homofobia em entrevista à HBO: ‘Não há homens gays na Chechênia - mas, se houver, eles devem ser deportados para o Canadá’

Matéria original do site inglês Independent

O líder checheno Ramzan Kadyrov negou a existência de homens gays em seu país - antes de dizer: "Se houver, leve-os para o Canadá".

Durante uma entrevista na rede de TV HBO, o Sr. Kadyrov, chefe da República Chechena , foi veemente em suas negativas quando perguntado sobre a comunidade LGBT no país da Europa Oriental.

David Scott, do Real Sports da HBO, perguntou ao chefe de estado de 40 anos: "Queria perguntar-lhe sobre a suposta reunião, o rapto e a tortura de homens gays na República. O que, Senhor Presidente, quer dizer sobre isso? "

"Isso é bobagem", disse ele em resposta. "Nós não temos esses tipos de pessoas aqui. Não temos gays".

No caso de alguns homossexuais terem passado pela rede, o Sr. Kadyrov recomendou o transporte para o Canadá. "Leve-os longe de nós, então não os temos em casa. Para purificar nosso sangue, se houver algum aqui, leve-os ".

O Sr. Scott continuou a pressionar o líder checheno, dizendo: "Mas você não se preocupa quando lê estes relatos de homens jovens que dizem ter sido torturados por dias?"

O Sr. Kadyrov respondeu com raiva: "Eles são demônios. Eles estão à venda. Eles não são pessoas. Deus os abençoe pelo que eles nos acusam. Eles terão que responder ao Todo-Poderoso por isso ".
Durante a entrevista da HBO o Sr. Kadyrov também prometeu "colocar o mundo de joelhos e detê-lo por trás".

O Canadá condenou a Chechênia por supostamente torturar e matar homens gays.

Um porta-voz dos assuntos globais enviou uma declaração à BuzzFeed News em abril, dizendo: "Estamos muito preocupados com todas e quaisquer alegações de violações dos direitos humanos na Chechênia, na Rússia.

"O Canadá deplora os atos de violência e discriminação, em todas as regiões do mundo, cometidos contra indivíduos por sua orientação sexual ou identidade de gênero".

O jornal russo Novaya Gazeta foi o primeiro a romper a história de uma purga anti-gay na república do sul da Rússia.

Um homem que fugiu da Chechênia disse ao The Guardian que  ele foi desnudado por três homens, filmado e espancado. "Eles me gritaram insultos, eles quebraram meu maxilar e me deixaram coberto de sangue", disse ele. "Eles me disseram que eu tinha que pagar um enorme suborno ou eles publicariam o vídeo on-line e contariam a minha família que eu era gay".

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

sexta-feira, 14 de julho de 2017

'Rupaul's Drag Race' recebe oito indicações para o Emmy 2017

Em Neon: sexta-feira, 14 de julho de 2017

A premiação para os melhores da TV americana, o Emmy 2017 traz inúmeras indicações e categorias para os babadeiros programas televisivos, desde melhor ator, atriz, como também, para os reality shows e tudo mais que povoa a telinha dos norte-americanos.

RuPaul's Drag Race que teve sua nona temporada este ano aparece com oito indicações ao Emmy, incluindo Outstanding Reality Competition e Reality Competition Host (Host em Competição Reality) para RuPaul, que ganhou no ano passado. O "Untucked" também recebeu uma indicação para Outstanding Unstructured Reality Program. Há outras indicações para figurino, maquiagem e coisas do gênero.

"Eu quero agradecer a academia por homenagear todo o elenco e equipe do 'RuPaul's Drag Race', minha família no World of Wonder e nossos campeões na VH1", disse RuPaul. "É preciso uma aldeia, pessoas! Criatividade e dedicação para contar as histórias de nossas talentosas rainhas nunca deixa de surpreender, divertir e inspirar ".

Parabéns Mama Ru!!!

Foto: LOGO TV

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

quinta-feira, 13 de julho de 2017

'O Garoto da Última Fila', peça do espanhol Juan Mayorga, com tradução de José Wilker, estreia no Teatro das Artes

Em Neon: quinta-feira, 13 de julho de 2017

Com uma dramaturgia contemporânea, o que torna o texto, no mínimo, intrigante, a temporada de “O Garoto da Última Fila” vai acontecer na sala Fernanda Montenegro do Teatro das Artes, as quartas e quintas às 21h a partir do dia 20 de julho.

É a primeira montagem no Brasil do texto de Juan Mayorga, com versão brasileira de José Wilker e direção de Victor Garcia Peralta, que traz no elenco nomes como Celso Taddei,  Gabriel Lara, Isio Ghelman, Lorena da Silva, Luciana Braga e Vicente Conde. Já na equipe técnica/artística, conta com Maneco Quinderé, assinando a iluminação, Miguel Pinto Guimarães, a cenografia, e Carol Lobato, os figurinos. A direção de produção está a cargo de Cristiana Lara Resende e Tatianna Trinxet.

A peça de Mayorga circula entre a ação e a narração, onde Germano, um professor de literatura, se depara com o atual desinteresse de professores e alunos e com o fraco desempenho de quem deveria estar interessado em aprender. Ao corrigir as redações da classe, Germano descobre um excelente contador de histórias, que o leva para o mundo da ficção misturado com o real, tornando o texto uma discussão sobre os valores éticos.

“O elenco é composto por bons atores de teatro. É uma peça muito inteligente. A gente se reconhece. Somos todos um pouco de todas as personagens. O autor é matemático e filósofo. Isso está na precisão da peça. É direta. Sem contar que é um texto muito pertinente para esse momento. Coisas que a gente vive, uma relação ética”, avalia o diretor da montagem Victor Garcia Peralta.

“A maneira de contar a história é bastante inusitada e, portanto, é um desafio para todos nós conseguirmos transportar essa forma para o palco com a mesma qualidade”, afirma a atriz Luciana Braga. “A peça propõe um jogo simultâneo entre a realidade e a ficção, onde os diversos planos e dimensões se intercalam, provocando um interessante desafio para a encenação. Num bom texto, as respostas e os estímulos estão todos lá!”, complementa o ator Isio Ghelman.

A peça ajuda na reflexão e procura mostrar que é necessário que a fantasia se faça presente nas vidas de todos sempre, e é isso que o autor introduz no duelo entre o professor e o seu aluno importantes reflexões sobre a arte de construir uma história, pois até a vida mais banal esconde dramas e interrogações de alcance universal, e sem ela teríamos uma originalidade vazia.

Sinopse
O Garoto da Última Fila é uma peça sobre a escola e a família, onde se encontram duas personagens. Uma é um professor de literatura, de liceu, Germano, que tem por volta de 50 anos. Escolheu esta profissão porque pensava que ia lhe permitir viver em contato com os grandes livros, e transmitir o seu amor por eles. Germano, um dia, tenta explicar a noção do seu ponto de vista aos alunos e, para isso, pede-lhes que escrevam sobre o que fizeram no último fim de semana. E entre redações horríveis, descobre uma inesperada pelo seu conteúdo e forma, que é a da outra personagem especial, o rapaz da última fila. Aí, se produz um encontro complexo, cheio de desencontros.

Germano chegou à profissão pelas razões erradas e os sonhos de conviver com as grandes obras literárias foram abafados pelo cotidiano de tentar ensinar jovens na fase da rebeldia, o que o deixa bastante desanimado. Não só com o presente, com o seu momento, mas com o futuro de todos. Mas quando Germano pede aos seus alunos que façam uma redação para poderem perceber o conceito de ponto de vista, uma folha pautada distingui-se das restantes.

Cláudio senta-se sempre na última fila. E é com esse olhar, que Germano reconhece os seus tempos de aluno – “Ninguém nos vê, mas nós vemos a todos” – que entra na casa do seu colega Rafa e documenta tudo a que assiste. Germano e Joana, sua mulher, tornam-se os seus ávidos leitores, alternando entre a desaprovação pela intrusão em vidas alheias e a curiosidade pelos acontecimentos do capítulo seguinte.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Ficha Técnica
O Garoto da Última Fila 
De Juan Mayorga
Versão brasileira José Wilker
Elenco: Celso Taddei,  Gabriel Lara, Isio Ghelman, Lorena da Silva, Luciana Braga e Vicente Conde
Direção: Victor Garcia Peralta
Iluminação: Maneco Quinderé
Cenário: Miguel Pinto Guimarães
Figurino: Carol Lobato
Projeto Gráfico: Vento Estúdio
Assessoria de imprensa: MNiemeyer
Direção de produção: Cristiana Lara Resende e Tatianna Trinxet
Idealização: Cristiana Lara Resende e Victor Garcia Peralta
Realização: Cris Lara Produções Artísticas Ltda

Serviço
O Garoto da Última Fila
Estreia: 20 de julho / Até: 31 de agosto
Teatro das Artes – Shopping da Gávea
Shopping da Gávea - Loja 264 - 2º Piso | Rua Marquês de São Vicente 52 – Gávea
Contato Bilheteria tel.: 21 2540-6004 - Segunda a Domingo das 15:00 às 20:00 - Após às 20:00 apenas para peças do dia
Quartas e quintas às 21h
R$ 60,00 – inteira / R$ 30,00 – meia- entrada
Tempo de duração: 90 minutos
Classificação indicativa: livre

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Estudo classificou as 100 melhores cidades do mundo para os LGBTs viverem. Confira o top 10

Em Neon: quarta-feira, 12 de julho de 2017

Foto Madrid Pride: Ted Eytan via Flickr
Em junho de 2017, no mês de comemoração ao orgulho LGBT, para comemorar o 48º aniversário dos Stonewall Riots em Nova York, o agregado de moradias Nestpick analisou milhares de cidades para encontrar o melhor lugar para as comunidades LGBTs.

Uma declaração do estudo explicou que uma cidade deve ter "uma vibrante cena de namoro gay, uma animada vida noturna alternativa, cidadãos abertos e baixos níveis de crime de ódio" para ser considerado um forte destino LGBT.

"Também levamos em consideração as leis nacionais que afetam as pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros, como o direito de se casar ou adotar crianças", acrescentaram.

Depois de diminuir a lista para apenas 100 cidades, a Nestpick pediu a mais de 2.500 pessoas de cada destino para dar uma avaliação de 1 a 5 em fatores como: a cena de namoro, a vida noturna LGBT, a abertura de seus concidadãos, segurança e direitos LGBT.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Veja o top 10 abaixo
01 - Madrid, Espanha
02 - Amesterdã, Países Baixos
03 - Toronto, Canadá
04 - Tel Aviv, Israel
05 - Londres, Reino Unido
06 - Berlim, Alemanha
07 - Brighton, Reino Unido
08 - Barcelona, ​​Espanha
09 - Nova York, EUA
10 - San Francisco, EUA

São Paulo e Rio de Janeiro são as únicas cidades brasileiras a entrarem na lista estando respectivamente em 35º e 41º.

Você pode encontrar a lista completa de cidades no site da Nestpick .

terça-feira, 11 de julho de 2017

Assista ao vídeo do Pastor evangélico que pisou na bandeira LGBT durante entrevista a um apresentador gay

Em Neon: terça-feira, 11 de julho de 2017



Em uma entrevista ao programa "El Interruptor", no canal de televisão chinelo Via X, o pastor evangélico Javier Soto, conhecido por suas opiniões extremistas, estava frente a frente com o apresentador José Miguel Villouta, abertamente gay, e após a imposição de uma oração, ele abriu uma bandeira LGBT para ser usada como um capacho. Por várias vezes o apresentador lhe disse que aquele ato era uma falta de respeito. Como não teve sucesso em seu pedido, a diretora interviu e pediu para que ele guardasse a bandeira. O desrespeito continuou ao responder que se ele não pudesse usar a bandeira como seu pano de chão, terminaria a entrevista e sairia do programa.

O Chile é um país tradicionalmente conservador tentando, sob a liderança da presidente Michelle Bachelet, a aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Se a opinião pública é amplamente favorável, os conservadores e as igrejas católicas e evangelistas do país são vento contrário.

José Miguel Villouta disse mais tarde: "Tentei manter a calma, eu permaneci calmo... Queríamos entender como uma pessoa pode pensar assim, este pensamento extremo. Ele manifestou-se tão grotesco e ridículo. Devemos entender que às vezes as pessoas anônimas sentem-se da mesma forma que alguns deputados russos ou pessoas da Igreja."

Fim de jogo
Logo após o incidente, o apresentador - que criou o conceito há 10 anos. Ele vai retomar com seu show "El Gay Difícil", permanecer com o seu podcast de mesmo nome e, sem dúvida, continuar a defender a igualdade de direitos no Chile.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Confira abaixo a entrevista:

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Ator iraquiano é assassinado por rumores de ser gay

Em Neon: segunda-feira, 10 de julho de 2017

Matéria original da Gay Times

Segundo os relatórios do Iraque há suspeitas que o ator Karar Noshi tenha sido sequestrado e assassinado em Bagdá por causa de sua suposta sexualidade.

Noshi era conhecido por seus longos cabelos loiros e aparência delicada e tinha sido objeto de várias páginas do Facebook que o marcaram como o "Rei da Beleza do Iraque".

De acordo com o site de notícias Kurdistan24 , o corpo de Noshi foi deixado na Palestine Street, no centro de Bagdá.

O relatório acrescenta que havia "evidências de que ele havia sido torturado e maltratado".

Faisal Al Mutar - um ativista iraquiano dos direitos humanos dos EUA - escreveu em seu Facebook que Noshi havia sido assassinado porque "ele era gay".

No entanto, não está claro se a orientação sexual do ator era conhecida publicamente.

Noshi era estudante no Colégio de Belas Artes da capital iraquiana e já havia recebido ameaças de morte devido ao seu estilo e aparência.

De acordo com relatórios humanitários, 680 pessoas foram mortas de 2004 a 2009, principalmente devido a suas aparências e estilos de vida ou orientações sexuais.

Eles são alvo de vários grupos militantes em diferentes partes do Iraque.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Avant Premiere de ‘Luana Muniz - Filha da Lua’ abre o badalado Rio Festival de Gênero & Sexualidade

Em Neon: sexta-feira, 7 de julho de 2017

Na noite de ontem, 06/07, aconteceu no Cine Odeon (RJ), a abertura do Rio Festival de Gênero & Sexualidade no Cinema, com o documentário Luana Muniz - Filha da Lua, de Rian Córdova e Leonardo Menezes.

Com sala lotada Gazelle Paulo chamou ao palco os organizadores e apoiadores do evento e fez uma linda homenagem a Lorna Washington, que estava na plateia.

O documentário sobre a lendária Luana Muniz causou grande emoção na plateia, tanto em seus momentos de extremo bom humor, tão presente em Luana, como pela enorme saudade que ela deixou, assim como a admiração pelo trabalho benevolente que Muniz fez bravamente em vida.

Vale lembrar que ontem foi apenas a abertura do Festival, as pessoas tem até o dia 16 para assistir cerca de 80 filmes de temática LGBT, CLIQUE AQUI e confira a programação.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

CLIQUE na imagem abaixo e confira as fotos cheias de classe, em preto e branco (a versão colorida das fotos estão em nosso Instagram Oficial), da avant premiere:


quinta-feira, 6 de julho de 2017

Vídeo de masturbação coletiva em vestiário leva jogadores de time gaúcho a serem demitidos

Em Neon: quinta-feira, 6 de julho de 2017

Até agora o time do Sport Clube Gaúcho não era muito conhecido, mas agora o time, que é da terceira divisão do Rio Grande do Sul, virou notícia após um atleta ser flagrado masturbando dois de seus companheiros dentro do vestiário. O flagrante levou os diretores do clube a demitir todos os envolvidos no caso.

O vídeo com as imagens gravadas na última sexta-feira viralizou e no sábado os rapazes foram mandados embora. Segundo Gilmar Rosso, presidente do clube, ele tentou assistir ao vídeo, mas parou por "achar nojento". "Não sou guardião da moral e dos bons costumes, não me interessa o que eles fazem ou deixam de fazer. A única coisa que eu fiquei bravo, a única coisa que eu proíbo aqui dentro é foto e filmagem, nada sem nossa autorização", disse, em entrevista ao UOL Esporte.

A demissão não teria sido por conta do ato em si, mas para evitar maiores constrangimentos a eles: "Imagina quando eles entrassem em campo, o que iam ouvir! (...) Até onde eu sei esses três não são gays, só fizeram [sexo] tirando onda, mas agora eles vão ter que provar que não são", completou Rosso.

Foto: Reprodução

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Assista 'Naked Attraction', que pela primeira vez apresentou pessoas trans nuas



Matéria original da Gay Times

O controverso show da emissora britânica Channel 4, "Naked Attraction", está de volta para uma segunda temporada...

O programa traz homens e mulheres que tiram suas roupas (com nu frontal sem cortes) para o show de namoro mais revelador na TV.

A premissa do programa é simples: cinco pessoas nuas são lentamente reveladas parte por parte, dos pés para cima a uma outra pessoa que decide quem ela gosta com base puramente em seu corpo.

No final a pessoa escolhida então sai completamente nua e pode ser "analisada" por inteiro.

No entanto, em um dos últimos episódios, a participante pansexual Izzy teve que escolher entre homens e mulheres durante a rodada.

Como as pessoas pansexuais são atraídas por pessoas de todos os gêneros, o "Naked Attraction" apresentou pessoas trans pela primeira vez.

A anfitriã do programa, Anna Richardson, disse que era um "momento genuinamente orgulhoso" por ela ter uma mulher trans e um homem trans apresentado no show.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Isso serviu como uma peça monumental de televisão convencional que, com expectativa, quebrou percepções e estigmas incorretos em torno da comunidade trans que deve ser vista por uma sociedade mais ampla.

CLIQUE AQUI e assista ao episódio.
 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code