NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

Entretenimento

Mundo LGBTI

.

Divertidíssima

GALERIAS

terça-feira, 20 de fevereiro de 2024

Teatro / RJ: Mariana Xavier fica em cartaz até domingo, 25/02, com a peça 'Antes do Ano Que Vem' - AGENDE-SE

Em Neon: terça-feira, 20 de fevereiro de 2024


"Antes do Ano Que Vem" é uma comédia leve e esperançosa sobre nossas dores emocionais e nossa capacidade de nos reinventar para contornar os desafios da vida. Mariana Xavier, a inesquecível Marcelina de "Minha Mãe É Uma Peça", se desdobra para dar vida a sete mulheres que terão suas histórias conectadas através da Central de Apoio aos Desesperados: É noite de Ano Novo. Dra Telma, a psicóloga plantonista do CAD, não aparece para trabalhar e Dizuite, que não foi preparada para a função, mas administra com sabedoria popular as dores e delícias do próprio cotidiano, é quem acaba auxiliando as pessoas que estão do outro lado da linha em busca de ajuda, de um conselho, de um ombro ou apenas de alguém que as escute. 

Com sua “psicologia própria”, hilária e impulsiva, Dizuite assume a missão de mostrar a essas mulheres que vale a pena viver e que ainda dá para ser feliz ANTES DO ANO QUE VEM. O espetáculo já teve 62 apresentações, e já foi assistido por mais de 24 mil pessoas, em 14 cidades e 11 estados. A comédia Antes do Ano Que Vem tem texto inédito de Gustavo Pinheiro e é estrelada por Mariana Xavier, sob a direção de Ana Paula Bouzas e Lázaro Ramos, e direção de movimento de Márcio Vieira. O espetáculo é mais uma realização da Trampo Produções e da WB Produções, dos produtores associados Bruna Dornellas, Mariana Xavier e Wesley Telles. 

“A peça se passa na noite de Réveillon, quando há um aumento significativo no número de ligações com pedidos de ajuda. Datas como esta, de “felicidade obrigatória”, fazem aflorar ainda mais as emoções de quem não está lá muito satisfeito com a própria vida”, explica a atriz. A peça também se propõe a discutir questões fundamentais para a sociedade contemporânea, como solidão, empatia, solidariedade e a nova ditadura de felicidade imposta pelas interações virtuais. “O humor abre portas para novas percepções do mundo. Vivemos num tempo em que rir é o primeiro remédio para as nossas mazelas. Com este texto e o grande talento de Mariana, damos um salto além no humor atual que fala das mulheres”, afirma o diretor Lázaro Ramos. 

Mariana Xavier também confessa: "Um misto de excitação e medo: é o que toma conta de tanta gente na noite de réveillon e também o que eu sinto nesse momento, encarando meu primeiro espetáculo solo. Antes do Ano Que Vem já é o maior desafio da minha carreira e prova que é possível fazer arte popular com qualidade e sensibilidade. Acredito na comédia como ferramenta não só de entretenimento, mas de crítica e reflexão. Acredito também no poder transformador da empatia e é através dela que esperamos que o público saia do teatro leve, afagado e um pouco transformado também." 

Para o autor Gustavo Pinheiro, “o riso que propomos à plateia nesta comédia é o de compaixão, nunca do deboche. É o riso da empatia, de quem também tem suas dores e sabe que vivê-las e superá-las faz parte do jogo. Torço para que este espetáculo seja um convite para que cada pessoa na plateia também pense o que pode fazer por si mesmo, pela sua felicidade, o quanto antes. Se possível, antes do ano que vem”.

SERVIÇO
Teatro Adolpho Bloch:
Edifício Manchete
Quinta a Sábado às 20h, Domingo às 18h
Rua do Russel, 804 - Glória

RJ: Marcos Caruso e Eliane Giardini, última semana de 'Intimidade Indecente', no Teatro Riachuelo


A peça conta a história de um casal que se separa aos 60 anos, mas segue se reencontrando vida afora, e ainda reconhecendo um no outro o seu maior cúmplice. Mariano (Marcos Caruso) e Roberta (Eliane Giardini) formam um casal sessentão desgastado pela mesmice da rotina. O desejo esfriou, o sexo falta e a implicância mútua sobra. Ávidos por novas experiências, entendem que não há mais razão para ficarem juntos. Acontece que, como num efeito bumerangue, a vida insiste em devolver um ao outro. E é nessas idas e vindas que, aos poucos, os dois descobrem-se os maiores cúmplices. O sentimento, ainda vivo e sólido, faz com que se entendam mais do que com qualquer outra pessoa de fora. Assim, conforme os anos vão passando, resistem cada vez menos à presença do outro em sua vida novamente.

A MONTAGEM

Foto: Ricardo Brajterman

Na cena, apenas um grande sofá ocupa o palco. Não há trocas de roupa ou cenário. Dispensando artifícios, os dois atores constroem o envelhecimento de seus personagens se valendo basicamente do trabalho de interpretação. “O envelhecimento dos 60 aos 90 anos sem utilizarmos maquiagem, troca de figurino e sem sairmos de cena, essa passagem do tempo à vista do público, com mudança física e vocal, é o que mais fascina o espectador”, conta Marcos Caruso.

Serviço:

Teatro Riachuelo Rio
Rua do Passeio 38 – Centro
Tel: (21) 99566-7469
Data: Até 25 de fevereiro
Sábado às 20h00, Domingo às 18h00
Vendas Online CLIQUE AQUI 
Lotação presencial: 999 LUGARES
Classificação: 12 anos
Duração: 80 minutos

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2024

Primeiro trio pipoca LGBTQIA+ faz história no Carnaval de Salvador e encanta foliões

Em Neon: segunda-feira, 19 de fevereiro de 2024


O Carnaval de Salvador testemunhou, em 2024, um momento histórico na segunda-feira (12), com a estreia do Bloco das Montadas no circuito Campo Grande. Este foi o primeiro trio pipoca sem cordas voltado ao público LGBTQIA+. 


Com uma explosão de diversidade e talento, o bloco apresentou mais de 30 artistas, incluindo as renomadas cantoras drag queens Chocolate Batidão, Mary Jane Beck, Aimée Lumière e a DJ Sammy Dreams. A iniciativa buscou não apenas celebrar a cultura drag, mas também promover a visibilidade da comunidade LGBTQIA+ durante uma das maiores festas populares do país.


O circuito do bloco foi projetado de forma a proporcionar uma experiência de carnaval livre e desimpedida. Percorrendo o trajeto no sentido contrário (Castro Alves/Campo Grande), o público pôde desfrutar das performances e da energia contagiante do Bloco das Montadas no estilo pipoca.


O bloco reforçou o compromisso conjunto entre setores público e privado em proporcionar um Carnaval que celebre a pluralidade e a igualdade e garantiu uma festa inclusiva e representativa para todos os foliões. A iniciativa partiu do Motirô-Bahia e da Escola de Formação Política Luiza Mahin, em parceria com o coletivo Distrito Drag e o site Dois Terços, e patrocínio do Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo da Secretaria de Turismo da Bahia.





(Fotos: Joabe Reis)

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2024

RuPaul faz história como a primeira drag de cera no Museu Madame Tussauds de Londres, Michelle Visage aprova inauguração

Em Neon: quinta-feira, 15 de fevereiro de 2024


Na terça-feira (6 de fevereiro), o museu inaugurou uma nova figura de cera feita à semelhança da drag queen e ícone global  RuPaul. Isso faz de Mama Ru a primeira drag queen a ter uma figura de cera no Museu Madame Tussauds de Londres.

A figura que ostenta um vestido feito sob medida pelo colaborador de moda de longa data de RuPaul, Zaldy, fez sua estreia ao público na sexta-feira, 9 de fevereiro, como parte da coleção “Fashion Runway” do museu.  


Zaldy revelou que o vestido foi inspirado em seus trabalhos anteriores com Ru ao longo dos anos. “Eu queria que fosse uma representação autêntica do que Ru veste, para torná-lo uma declaração glamorosa e grande”, disse Zaldy.

“Esta criação personalizada para o Madame Tussauds London, para Ru e para a zona da moda está repleta de todas as emoções que você sente ao trabalhar com Ru: diversão, alegria e felicidade.”

Após a revelação das figuras, Michelle Visage expressou seu entusiasmo dizendo “Os dentes, os lábios, as unhas. É como se eu estivesse em casa e com a Ru!” 

Ela continuou dizendo “Fãs e convidados vão adorar esta figura, os artistas fizeram isso tão lindamente e eu vejo Ru”.

O número vem logo após a quinta vitória de RuPaul Drag Race como excelente programa de competição de reality e a oitava vitória consecutiva de RuPaul no Emmy de excelente apresentador de reality ou programa de competição.

Fonte: www.gayemagazine.com/

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2024

Salvador ganha 1° trio pipoca voltado à comunidade LGBTQIA+ no circuito Campo Grande

Em Neon: quinta-feira, 8 de fevereiro de 2024


O circuito Castro Alves, no Campo Grande, será palco de um marco na folia deste ano, na segunda-feira de Carnaval, dia 12, às 22h, com o Bloco das Montadas. A proposta se destaca por ser o primeiro bloco sem cordas do circuito Campo Grande dedicado ao público LGBTQIA+, além de esquentar ainda mais a folia com muita diversidade e inclusão.

Contando com performances de mais de 30 artistas, cantoras drag queens Chocolate Batidão, Mary Jane Beck, Aimée Lumière e a DJ Sammy Dreams, o Bloco das Montadas visa dar visibilidade à rica cena drag e à cultura da Bahia. A iniciativa é pensada para contribuir diretamente para a implementação de políticas públicas culturais inclusivas e participativas, fortalecendo a diversidade e promovendo o turismo LGBTQIA+ no estado.

O furor carnavalesco percorrerá o circuito no contrafluxo (Castro Alves/Campo Grande), permitindo que o público desfrute do bloco de forma livre, no estilo pipoca. “O Bloco das Montadas pode se tornar um marco na história do Carnaval baiano, mostrando que a festa pode ser um espaço de celebração da diversidade, consolidando a Bahia como um destino turístico inclusivo e acolhedor”, ressalta Petra Perón, coordenadora de Regionalização e Promoção do Turismo LGBTQIAP+ do estado.

A realização do Bloco das Montadas é fruto da parceria entre Motirô-Bahia, Escola de Formação Política Luiza Mahin e site Dois Terços, com apoio financeiro do Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo da Secretaria de Turismo da Bahia. Essa colaboração entre setores público e privado destaca o comprometimento em proporcionar um Carnaval que celebre a pluralidade e a igualdade, promovendo uma festa inclusiva para todos.

(Fotos: Divulgação)


sexta-feira, 19 de janeiro de 2024

Estreia no Rio de Janeiro 'Pasolini - No Deserto da Alma'

Em Neon: sexta-feira, 19 de janeiro de 2024


O espetáculo é baseado no universo do escritor e cineasta italiano PIER PAOLO PASOLINI (1922-1975).

ELE HABITA NOS PORÕES DE UMA MENTE SOLITÁRIA E SOBREVIVE NOS SUBTERRÂNEOS DO AMOR.

O autor constrói sua peça permitindo que o espectador tenha o privilégio de entrar na intimidade de um artista polêmico com recorte focado nos seus momentos mais intensos durante a sua curta existência. O texto está desenhado em formato confessional e propõe uma conversa com o público, a quem o protagonista autoriza uma imersão em seu universo pessoal. O espetáculo captura uma sonoridade de uma poesia que permeou toda a sua obra e apreende profunda identidade e conhecimento do seu universo.

O texto aborda fatos marcantes na vida de uma figura polêmica, mas não faz deles o centro da ação, nem o materializa frente ao espectador.

O polêmico e controverso cineasta italiano, tido como genial pelos pensadores da cultura italiana, continua a gerar polêmica até hoje com a sua obra. A sua morte trágica contribuiu para a criação do mito em torno da sua figura.


Num país católico-fascista, Pasolini ousou exprimir sua visão do mundo inspirada pelo desejo físico dos jovens rapazes do campo e da periferia, introduzindo sua fúria sexual na literatura e no cinema.

Homossexual assumido, artista polêmico, pagou caro por sua coragem: escândalos, processos e, por último, numa noite de novembro foi vítima de um assassinato brutal e misterioso que ainda hoje gera dúvidas sobre seus reais motivos e autores.

Porém, recentemente, o processo foi reaberto para averiguação de novas provas que podem atestar como crime político pela ocorrência de fatos diferentes daqueles narrados pelo jovem que se entregou afirmando ser o culpado. 

Francis Mayer, tem em seu currículo de diretor, os espetáculos, entre outros: "ANGELAMARIA - LADY CROONER", “CAZUZA – JOGADO A TEUS PÉS”, "OS MENINOS DA RUA PAULO", "ALTA VIGILÂNCIA", "SE VOCÊ ME AMA...", "AS MENINAS", "NAMORO”, “BETTY BLUE”, “TEEN-LOVER”, “NÓ DE GRAVATA”, “ZERO DE CONDUTA”, “QUERELLE”, “DETENTOS”, “OS CAMPEÕES”, “HERDEIROS”, “FOLIA TROPICAL”, “A NOITE DO MEU BEM”,entre outros.

SERVIÇO e FICHA TÉCNICA

Texto/Direção: FRANCIS MAYER

Elenco:

MAURÍCIO SILVEIRA (Pasolini)

LEO SAN (Davoli)

DIEGO ROSA (Pelosi)

ROSE SCALCO (Laura)

Espetáculo “PASOLINI NO DESERTO DA ALMA”

Temporada: de 19 de janeiro a 04 de fevereiro de 2024

Sextas e Sábados às 19h e domingos às 18h.

Classificação: 18 anos

Duração: 70 minutos

Ingressos: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia)

Horário de funcionamento da bilheteria: Quarta a Domingo 13h30 até 19h

Vendas Online: www.sympla.com.br

TEATRO GLAUCE ROCHA: Avenida Rio Branco, 179 – Centro


quarta-feira, 6 de dezembro de 2023

Alcione, 50 Anos, no Espaço Hall (no mesmo dia, em outro show completo, a cantora Maria Rita)

Em Neon: quarta-feira, 6 de dezembro de 2023

Foto: Vinicius Mochizuki

No dia 15/12, sexta-feira, às 23h, Alcione se apresenta no Espaço Hall. Na mesma data, revivendo a dobradinha devido ao sucesso da apresentação anterior, um show com a cantora Maria Rita. Serão dois espetáculos completos e independentes. 

A casa, com capacidade para 6.600 pessoas, abrirá às 21h, e os ingressos estarão disponíveis a partir de R$35,00. O endereço do Espaço Hall é: Avenida Ayrton Senna, 5850, Barra da Tijuca. É obrigatório apresentar documento oficial com foto original ( faixa etária - 18 anos). Informações pelo WhatsApp 21 - 99762.302 ou no link: espacohall.com.br/bilheteria.

Alcione, celebrando 50 anos de carreira, apresentará um roteiro formatado por seus maiores hits e será acompanhada pela Banda do Sol. Direção musical de Alexandre Menezes, e geral de Solange Nazareth. 

"ALCIONE - 50 Anos" - Álbum gravado no Theatro Municipal bate recordes de acessos 

A gravadora Biscoito Fino, em uma nova parceria com a Marrom Music, acaba de lançar o show  "Alcione - 50 Anos" nas plataformas digitais e no canal da gravadora Biscoito Fino no Youtube. Trabalho que já chegou batendo recordes de acessos: mais de 1 milhão de "streams" nos dez primeiros dias, foi capa de inúmeros playlists e destaque nas princip ais plataformas de música.  

Gravado ano passado durante apresentação no Theatro Municipal do Rio, o álbum foi disponibilizado integralmente e, também, em formato de medleys porque o audiovisual contém 65 músicas entre os mais importantes hits da carreira da artista.  

"Alcione - 50 Anos"  teve uma prévia com o lançamento  do medley que continha as faixas "Tem dendê/Figa de Guiné" (ambas de autoria de Reginaldo Bessa e Nei Lopes) e um videoclipe com as faixas "A Loba" (Paulinho Resende/ Juninho Penalva) e "Ou ela ou Eu" (Flávio Augusto/Carlos Rocha). Agora, todas as músicas já estão à disposição do público e podem ser acessadas pelos fãs.

50 ANOS DE AMOR À MÚSICA

O espetáculo registrado no Theatro Municipal, com direção musical de Alexandre Menezes e geral de Solange Nazareth, traz um mosaico com músicas das mais diferentes fases da vitoriosa trajetória de Alcione. São canções impregnadas de um conhecido romantismo visceral que virou digital artística, mas também privilegiam sambas e  toadas. São canções  urbanas, regionais e até mesmo algumas internacionais apreciadas pela artista desde a juventude ("Grande, grande, grande" - Alberto Testa/Tony Renis; "Nostalgias" - Enrique Cadicamo/Juan Carlos Cobian; "Ton nom"&nb sp;- Charles Aznavour). Mas, é claro, não poderiam faltar os maiores hits de sua trajetória: "Não deixe o samba morrer", "O surdo", "Sufoco", "Garoto Maroto", "Meu ébano", "Estranha Loucura", "Rio antigo", "Nem morta", "Meu vício é você", "Entidade", "Mulher Ideal", entre tantos outros.

No álbum em que comemora o cinquentenário de sua carreira, Alcione contou com algumas participações especiais além da Banda do Sol que a acompanha há décadas. Integrantes da Orquestra Sinfônica  Maré do Amanhã, dançarinos da Academia Marcello Chocolate e Sheila Aquino e da Cia. Cenarte Dimensões; além, é claro, dos componentes da Bateria da  Mangueira acompanhados de um casal de mestre-sala e porta-bandeira da Estação Primeira. Destaque também para os belos figurinos da cantora, assinados por Gebran Smera.

O espetáculo que deu origem a esse novo álbum da cantora abriu ao som, eletrizante, do Ilê Axé Obaluaiê d`Jagun, da casa do Pai Celinho de Omulu, e com uma gravação de Maria Bethânia (que estava na plateia) recitando os versos da autobiográfica "Resumo" ( música de Roberto Correa e Sylvio Son). Patrocinado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do RJ e em parceria com a Ambev, o show trouxe homenagens a dois grandes amigos: Emilio Santiago e Clara Nunes.

Com acesso exclusivo para convidados, o espetáculo também contou com a presença de pessoas advindas de diferentes localidades que foram pela primeira vez ao Municipal levadas pelo "Passaporte Cultural" - programa da Sececrj que visa a democratização da cultura. Elas, felizes da vida, acompanharam o show de forma gratuita, incluindo o transporte para o teatro. 

"Alcione - 50 Anos" não é só mais um audiovisual ou apenas o álbum que celebra o cinquentenário de carreira dessa artista que é símbolo de brasilidade.  Conta uma história de sucesso construída com muito trabalho e norteada por um amor extremo ao ofício. -"Cantar é ofício e paixão. E só tenho a agradecer àqueles que me auxiliaram, conduziram-me até aqui.  Agradeço, principalmente, aos fãs. Sem eles não existiriam artistas", resume  Alcione.

HOMENAGENS PELOS 50 ANOS

A  cantora, alvo de inúmeras e grandiosas homenagens pela passagem do cinquentenário, também  foi agraciada pela Mangueira com os convites para ser o tema dos enredos da "Estação Primeira" (escola adulta) e da "Mangueira do Amanhã" (a mirim). Anteriormente, a artista ganhou filme biográfico ("O samba é primo do jazz", de Ângela Zoé), uma peça teatral "Alcione, o Musical", produzido por Jô Santana, e escrito e dirigido por Miguel Falabella) e foi a grande homenageada do "Prêmio da Música Brasileira" (Ano Alcione). 

E para comemorar uma data tão emblemática, a intérprete maranhense está fazendo uma turnê nacional para celebrar, juntamente com os fãs, essas cinco décadas de sucesso. O espetáculo, que tem o mesmo título do álbum, "Alcione - 50 anos", é totalmente pavimentado por hits e a artista, como sempre, tem como companheiros de estrada a sua inseparável Banda do Sol. 

terça-feira, 7 de novembro de 2023

Leila Maria, em 'Ubuntu', a próxima atração das 'QUINTAS no BNDES' 

Em Neon: terça-feira, 7 de novembro de 2023

Foto: Catarina Ribeiro / Divulgação

Leila maria tem mais de trinta anos de uma sólida carreira construída em casas noturnas, clubes e festivais de jazz, palcos de teatros no Brasil e exterior. Neste espetáculo, que fará parte do projeto "QUINTAS NO BNDES", no ESPAÇO CULTURAL BNDES, a cantora e compositora interpretará canções de grandes mestres da MPB e sucessos internacionais. 

Capa do álbum Ubuntu com foto de Catarina Ribeiro
O show, baseado no álbum lançado pela Biscoito Fino e em homenagem a Djavan, disco que foi considerado por boa parte da crítica especializada como um dos melhores de 2022, tem repertório formatado por canções nacionais como "Soweto", "Aquele Um", "Faltando um pedaço", "Flor de Lis", "Seca", "Meu bem querer", "Oceano" e "Asa" (Djavan); "Milagres do povo" e "Minha voz, minha vida"(Caetano Veloso), "Zumbi" (Jorge Benjor), "Um trem pras estrelas" (Gilberto Gil/ Cazuza), "Galope" (Gonzaguinha) e "Caxangá" (Milton Nascimento/ Fernando Blant); e clássicos internacionais: "Night in Tunisia" (Dizzie Gillespie e Frank Paparelli), "Miss Celie’s Blues"( Quincy Jones, Lionel Richie e Rod Temperton) e "Summertime" (George e Ira Gershwin e DuBose Heyward).

Leila Maria, que foi vice-campeã da primeira edição do "The Voice +" e já ganhou o Prêmio da Música Brasileira com um álbum em que homenageava Billie Holiday, será acompanhada pelos músicos: Sergio Zola (Guitarra / Percussão), Antonio Fischer -Band (teclado  / direção musical) e Michel de Oliveira (Percussão / Vocais). 

O espetáculo tem classificação livre, e o endereço do ESPAÇO CULTURAL BNDES é Rua do Chile, 100 - Centro - RJ (próximo ao Metrô do Largo da Carioca - Acesso B). 

RESERVA DE INGRESSOS
O Espaço Cultural BNDES trabalha com um sistema misto de distribuição de ingressos dos eventos Quintas no BNDES e Sextas Instrumentais.Parte dos assentos do teatro pode ser reservada pela internet. O sistema permite agendar ingressos na página do show a partir das 12h da sexta-feira da semana anterior ao evento, podendo haver alguns minutos de variação neste horário por questões de sistema ou rede. O serviço de reserva é encerrado no dia do espetáculo, às 10h, ou quando se esgotarem as vagas disponíveis. Confira as atrações dos eventos Quintas no BNDES e Sextas Instrumentais.

Atenção: o Espaço Cultural BNDES não realiza venda de ingressos, nem oferece pré-reserva de ingressos através de outros sites ou pontos de distribuição.

As inscrições são individuais: cada pessoa pode realizar apenas uma inscrição, que dá direito à retirada de uma única entrada no dia do espetáculo. Não são permitidas reservas para grupos. Os ingressos são retirados às 18h, com tolerância até 18h30, mediante apresentação do documento de identidade.

Caso não tenha conseguido garantir sua entrada pela internet, você pode encontrar bilhetes ainda na recepção do Espaço Cultural BNDES, no dia do espetáculo, a partir das 18h. Cada pessoa receberá apenas um ingresso com lugar marcado, estando o número de ingressos disponíveis sujeito à lotação máxima do teatro.


sábado, 28 de outubro de 2023

Editora Queer Livros inaugura Livraria com temática LGBT+

Em Neon: sábado, 28 de outubro de 2023


Com nova direção, famosa livraria de São Paulo muda de nome e foca em editoras, autores e livros com temática LGBT+

A Queer Livros, editora de livros sobre questões de gênero e sexualidade, agora tem uma livraria física para chamar de sua. Situada na Rua Joaquim Távora, 731, na Vila Mariana (antigo endereço da famosa livraria Nossa Cidade), a Queer Livros Editora e agora Livraria, já está em funcionamento e conta com diversos livros que tratam da diversidade humana.

“Produzo livros sobre gênero e sexualidade e visitei algumas livrarias da cidade para apresentar a primeira coleção de livros escrita por mulheres trans e para minha surpresa, algumas livrarias não apenas demonstram desinteresse na temática e na produção de pessoas trans, sendo que uma gerente me disse ‘não trabalhamos com essa temática´. Sai de lá arrasado, porque o espaço vendia livros de ciências sociais e humanidades, por isso entendi que era uma rejeição a escrita de pessoas trans. Muitas livrarias em São Paulo vendem livros de homens gays, mas não abre espaço para outras identidades, como pessoas trans, por exemplo.”, diz Gilmaro Nogueira, editor, professor e psicólogo. Também conhecido como Giba.


A Queer Livros não só está aberta ao público, como pode ser atendida pelo telefone 11-989848802, e-mail ou website. A ideia é cadastrar também novos autores que desejam colocar seus livros em consignado e também promover eventos de cultura, tarde de autógrafos, saraus e lançamentos de livros e projetos. Exatamente como acontecerá dia 11 de novembro, sábado, às15h, uma tarde de autógrafos com o jornalista, psicanalista junguiano e autor premiados de livros LGBTs Fabrício Viana.

Outros eventos já estão sendo agendados e podem ser conferidos no site e redes sociais como Instagram e Facebook.

“Existe um mercado que tem publicado cada vez mais publicações LGBTQIAPN+, mas ainda é pouco o acolhimento do mercado editorial, a pessoas trans e mulheres lésbicas, por exemplo. A ideia é criar um espaço para vender não apenas os livros editados por nós, mas também por outras editoras que publicam pessoas LGBTQIAPN+. Não apenas um espaço para livros, mas para troca de ideias e experiências com autores.”, complementa Giba.

Serviço:

Queer Livros Editora e Livraria.
Rua Joaquim Távora, 731, na Vila Mariana – Próximo ao metrô Ana Rosa
São Paulo – SP – Funcionamento das 10 às 17, de terça a sábado.
Telefone de atendimento 11 989848802
Website http://Queerlivros.com.br
Tarde de autógrafos com Fabrício Viana:
http://fabricioviana.com/tardedeautografos

segunda-feira, 23 de outubro de 2023

'Ana Cañas canta Belchior' nos Teatros Firjan SESI

Em Neon: segunda-feira, 23 de outubro de 2023


Espetáculo premiado como "o melhor do ano" pela Associação Paulista de Críticos de Arte

A cantora e compositora Ana Cañas chega aos palcos dos Teatros Firjan SESI Centro e Jacarepaguá, no Rio, Campos dos Goytacazes e Caxias a partir do dia 25/10, com o espetáculo "Ana Cañas Canta Belchior", premiado pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) como o "Melhor do Ano". Com superhits do cearense como "Velha roupa colorida", "Como nossos pais" e "Sujeito de sorte", o repertório também inclui uma canção inédita cedida pelos filhos do artista, Mikael e Camila, intitulada "Um rolê no céu"(parceria Belchior/Gracco). Inicialmente pensado para ser apresentado em uma live em 2020, o show virou álbum de estúdio em 2021. Posteriormente, álbum e DVD ao Vivo foram lançados neste ano de 2023. Nos shows, Ana é acompanhada dos músicos Fabá Jimenez (baixo/violão) e Douglas Maiochi (percussão).

Com mais de 130 shows pelo Brasil, agora “Ana Cañas Canta Belchior” chega aos palcos dos Teatros Firjan SESI dando a oportunidade de também ser aplaudida pelos fãs cariocas e fluminenses da cantora que conquistou o país desde as suas primeiras apresentações. Um circuito com ingressos acessíveis, para todas idades e classes sociais, e em teatros de relevância e com a marca de qualidade Firjan SESI.

UMA TRAJETÓRIA DE SUCESSO, OUSADIA, PARCERIAS FAMOSAS E EMPODERAMENTO

A artista estreia no mercado fonográfico em 2007 com o álbum Amor e Caos e é considerada a revelação musical do ano pela crítica especializada.Em 2009 lança seu segundo álbum, Hein?,que traz as primeiras parceiras com Arnaldo Antunes e também a balada ‘Esconderijo’. No mesmo ano, grava com Nando Reis a música ‘Pra Você Guardei o Amor’ - dueto que se tornou um grande sucesso nacional e é a música mais tocada da década 2000-2009 de acordo com um levantamento do Spotify. Em 2012, Ana lança o álbum Volta - que apresenta uma versão para ‘Rock And Roll’ do Led Zeppelin e as autorais ‘Será que Você Me Ama?’ e ‘Urubu Rei’. O disco transformou-se, posteriormente, no show e DVD "Coração Inevitável" e contou com a direção e iluminação de Ney Matogrosso. Em 2015 lança Tô Na Vida, o 4º álbum de estúdio e o primeiro totalmente autoral. Ana, em 2017, lança o single ‘Respeita’ - música que aborda diretamente a violência de gênero e o assédio. A música ganhou clipe que conta com a participação de 86 mulheres que estão na linha de frente da resistência feminista do país, como Elza Soares e Maria da Penha. Em 2018 Ana Cañas lança o 5º disco de estúdio, Todxs. Empoderado, feminista, com beats eletrônicos pesados e grooves sensuais, o álbum foi indicado ao Grammy Latino 2019 como Melhor Álbum de Pop Contemporâneo.

Em meio à pandemia de Covid-19, a artista iniciou o projeto Ana Cañas Canta Belchior. Inicialmente pensado para que fosse apenas uma live, a homenagem ao artista cearense ganhou um álbum de estúdio em 2021 e um álbum e DVD ao vivo em 2023. No registro Ao Vivo, Ana Cañas conta com as participações de Ney Matogrosso e Rael, além de apresentar ao público uma canção até agora inédita de Belchior, "Um Rolê No Céu". Composta em 1987 em parceria com Gracco, a obra foi dada de presente a Ana pelos filhos de Belchior, Mikael e Camila. “Eu me transformei totalmente cantando esse repertório. Me atingiu no cerne, na alma”. Tendo percorrido cerca de 130 palcos pelo Brasil desde o início do projeto, o espetáculo recebeu o prêmio de "Show do Ano" de 2022 pela APCA - Associação Paulista dos Críticos de Arte.

Serviço:
Teatro Firjan SESI - Centro - 25/10 - 19 horas
Avenida Graça Aranha, 1, Rio de Janeiro/RJ;
Capacidade - 338 lugares

Teatro Firjan SESI - Campos dos Goytacazes - 26/10 - 20 horas
Rua Deputado Bartolomeu Lysandro, 862 - Guarus– Centro, Campos dos Goytacazes/RJ;
Capacidade - 205 lugares

Teatro Firjan Sesi Jacarepaguá - 27/ 10 - 20 horas
Avenida Geremário Dantas, 904 – Jacarepaguá, Rio de Janeiro/RJ;
Capacidade -  322  lugares

Teatro Firjan Sesi - Duque de Caxias  - 28/10 - 20 horas
Rua Arthur Neiva, 100 - Duque de Caxias -Baixada Fluminense (RJ).
Capacidade -   208  lugares

Ingressos: Sympla - https.://bileto.sympla.com.br

INTEIRA R$ 40,00;

MEIA ENTRADA: R$ 20,00 (ESTUDANTE, IDOSO, PROFESSOR DA REDEPÚBLICA / PRIVADA DO MUNICIPIO E ESTADO DO RJ,PNE/ACOMPANHANTE,  MENOR DE 21 ANOS).

Duração:  100 min

Classificação:  livre

Produção - Rita Vilani Veras Produções Artísticas (Verastar Criações Artísticas e Culturais)

ANA CAÑAS CANTA BELCHIOR - AO VIVO (DVD)

https://youtu.be/CbrmMsnLyPM

REDES SOCIAIS

Instagram: https://www.instagram.com/ana_canas/ 

YouTube: https://www.youtube.com/user/anacanasoficial 

Twitter: https://twitter.com/anacanas

Facebook: https://www.facebook.com/anacanasoficial 

Spotify: https://spoti.fi/3CqaoHX

Site: https://www.anacanas.com.br/

 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon - Site
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code