NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

Entretenimento

Mundo LGBTI

.

Divertidíssima

GALERIAS

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Xtravaganza: O xadrez clássico ou punk é sempre um hit do outono/inverno

Em Neon: quarta-feira, 26 de abril de 2017


Nascido na Escócia por volta do ano de 1600, o xadrez já vestiu reis, rainhas, guerreiros, estrelas do rock, celebridades e até punks. Democrático e versátil, a padronagem já virou um clássico, tanto nos closets femininos como masculino.

Madonna, na turnê "The Drowned World Tour" pediu ao estilista Jean-Paul Gaultier que criasse um look para o show inspirado no clã do até então marido escocês (Guy Ritchie). Ela surgia no palco de camiseta rasgada, calça cheia de zíperes e minikilt. Moderníssima.

Fotos reprodução Getty Images
Até o  estilista de alta-costura inglês, Alexandre McQueen (1969-2010) foi seduzido  por ele. Homenageou o pai escocês e vestiu um smoking e kilt de tartã (saia pregueada confeccionada com tecido de lã de trama fechada e padrões diferentes usados para identificar os clãs escoceses) no Baile de Gala do Museu Metropolitan. Sarah Jessica Parker desfilou um vestido nude com xale parecido para acompanhá-lo.

Coco Chanel e Vivienne Westwood, trouxeram o estilo de volta também, cada uma na sua época e estilo próprios: Chanel, clássica e Vivienne, punk. Aliás, os punks dos anos 70, usavam o xadrez como um detalhe irônico, sarcástico e com objetivo de romper os ícones culturais, exigindo mudanças sociais e comportamentais.

Clássico ou punk, o xadrez é uma forte tendência de estampa para o outono/inverno  e é eterno.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Imagens ilustrativas: Reprodução / Foto inicial da Sisjuly modas

Por Acácio Brindo - CLIQUE AQUI e leia mais artigos desse colunista

Acácio Brindo é escritor, artista plástico, fashionista, jornalista (formado pela Unicsul), fotógrafo e amante das artes. Publicou em Coletâneas de Poesias da Editora Andross.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Confissões de uma Drag: '60! - Um espetáculo de Arromba!'

Em Neon: quarta-feira, 19 de abril de 2017


Imagine um revival pela década de 1960, mas repleto de dança, figurinos exuberantes e muita, mas muita música! Imaginou? Seu sonho pode se tornar realidade num piscar de olhos.

Está em cartaz no Teatro Net SP - Shopping Vila Olímpia - o Documento Musical: "60! Década de Arromba".

O musical de Frederico Reder e Marcos Nauer tem a maravilhosa Wanderléa no esplendor dos seus 70 anos (corpinho de 18) e um grande elenco contanto, cantando, dançando e encantando tudo o que aconteceu na década em que o homem foi a lua, as mulheres queimaram sutiã em praça pública pela liberação sexual, houve a revolução de Stonewall (o marco do movimento LGBT) - que é revivido magistralmente no doc.musical, além de muitas lembranças e homenagens lindas.

Esquadrão das Drags com a maravilhosa atriz Ana Lúcia Torre
A convite da competente assessoria da jornalista Fernanda Teixeira - uma das autoras do livro do Esquadrão das Drags - as coloridas Drag Queens do Esquadrão Dindry Buck, Sissi Girl e Andy D´Luck foram conferir o suntuoso espetáculo musical e saíam boquiabertas. Recomendadíssimo.

Esquadrão das Drags com a Cantora Sula Miranda
SERVIÇO
Espetáculo: 60! Década de Arromba - Doc. Musical
Onde: Theatro Net São Paulo  
Endereço: Rua Olimpíadas, nº 360 - Itaim Bibi. Shopping Vila Olímpia - 5º piso
Apresentações: Qui e Sex 20h30    Sáb 17h e 21h    Dom 17h
Qui e Sex (20h30) - Plateia Central: R$180,00 |Plateia Lateral: R$160,00 | Balcão I: R$120,00 | Balcão II: R$50,00
Sáb e Dom (17h) - Plateia Central: R$200,00 | Plateia Lateral: R$180,00 | Balcão I: R$140,00 | Balcão II: R$50,00
Sáb às 21h - Plateia Central: R$220,00 | Plateia Lateral: R$200,00 | Balcão I: R$160,00 | Balcão II: R$50,00

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Por: Dindry Buck - CLIQUE AQUI e leia mais artigos dessa colunista.

Dindry Buck, personagem vivida pelo Publicitário, Jornalista, Ator e Maquiador Albert Roggenbuck. Formado em Comunicação Social/Publicidade e Propaganda, pela Universidade São Judas Tadeu – São Paulo, trabalha em eventos como animadora, apresentadora e hostess. É ativista social pela causa LGBT, sendo o atual Conselheiro representante dos Transegêneros junto ao Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual.

Música: Laura Finocchiaro apresenta o show 'Eletrorgânica' no Rio




A cantora e compositora gaúcha Laura Finocchiaro apresenta o show "Eletrorgânica", quarta-feira, 19, no Beco das Garrafas. No repertório, faixas do novo EP como "On/Off", "Cirandar" e "Todo mundo pro mundo". Além de canções que marcaram sua carreira, como a música "Tudo é Amor", sua parceria com Cazuza, "Gata de rua", sucesso dos anos 80, que Laura eternizou no Rock in Rio e "Dinheiro", uma parceria com Leca Machado. A cantora portuguesa Carolina Floare faz participação na releitura de "Estranha forma de vida", clássico do repertório de Amália Rodrigues.

Para comemorar seus 35 anos de carreira, a gaúcha canta ao lado da Banda Larga composta por Elir Filho (guitarra), Tamara Janson (baixo), Rui Lessa (bateria), Artur Rodrigues (flautas) e pelo vocais de Ana Maura e Riko Vianna.

SERVIÇO
Show Eletrorgânica —  Laura Finocchiaro
Data e hora: 19 de abril, quarta-feira, às 21h30
Local: Beco das Garrafas (R. Duvivier, 37, Copacabana. Tel: 2543-2962)
Ingresso: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

Foto: Angela Zaremba

terça-feira, 18 de abril de 2017

Inscrições abertas para o Mister Model Nacional

Em Neon: terça-feira, 18 de abril de 2017



Estão abertas as inscrições e seleções para quem sonha com carreira de modelo ou ser Mister Model da sua cidade, estado ou até mesmo do País.

Se você tem mais de 1m75cm, peso proporcional e idade de 18 a 32 anos poderá se inscrever.

O último MISTER MODEL NACIONAL foi Robson Menezes de São Vicente/SP. O candidato que representou o Rio de Janeiro em 2016 foi Igor Augusto da cidade de Volta Redonda.

O vencedor, além de visibilidade e assessoria de imagem, ganha como prêmios: book completo, roupas, faixa, peça exclusiva criada para o evento pelo design Vlad e uma viagem com acompanhante para Búzios.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Fotos: Trajano Fkeller

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Dove inclui uma mãe Trans lésbica em sua campanha #RealMoms

Em Neon: quinta-feira, 13 de abril de 2017




#RealMoms é a nova campanha da Dove, ela destaca diversos estilos de mães modernas e diz "provar que não existem regras sobre como ser uma mãe hoje", entre eles está uma mãe trans lésbica.

No clipe, as mães são mostradas com seus filhos. Uma com seu parceiro, uma que é mãe solteira e Shea, uma estudante, que explica que ela e sua parceira são realmente as mães biológicas de seu filho.

Segundo a Daily Dot as pessoas transexuais raramente são apresentadas em anúncios ou programas de televisão hoje em dia, tornando o comercial #RealMoms um passo bastante importante para a empresa. Para não mencionar, as discussões sobre pais trans, que são praticamente inexistentes na mídia, tornando a campanha uma das primeiras a representar os pais trans em geral.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Confira abaixo o comercial (em inglês):



Foto: Frame do comercial

A Redação

domingo, 9 de abril de 2017

‘Strike a Pose’: Bailarinos da era Vogue de Madonna estrelam documentário

Em Neon: domingo, 9 de abril de 2017



Atenção fãs de Madonna, já está disponível na Netflix o documentário “Strike a Pose”, onde vocês poderão acompanhar a saga passada nos anos 1990, quando sete dançarinos, seis gays e um hétero, foram selecionados para fazer parte da turnê mais inquietante da Madonna, a “Blond Ambition”, que é mostrada no filme, nela, os bailarinos participaram do documentário “Na Cama com Madonna”, que conta os bastidores de tudo o que aconteceu.

O filme já foi visto por alguns fãs durante o Festival do Rio e no Festival Mix Brasil em 2016, mas agora todos poderão ver pela Netflix.

No documentário você vai saber, através de depoimentos, que rumo tomaram os sete bailarinos, assim como suas vidas antes e durante os shows e de “Na Cama com Madonna”.

Salim “Slam” Gauwloos, Kevin Stea, Carlton Wilborn, Jose Gutierez, Luis Camacho e Oliver Crumes contam histórias da época, só Gabriel Trupin, que morreu em 1994 por conta da Aids, é representado por sua mãe no documentário. Os bafos judiciais contra a loira também estão no filme, como o processo de Gabriel contra Madonna, por danos morais, por ele ter sido forçado a assumir-se gay para a família, e o processo de Kevin Stea e Oliver Crumes (o único hétero), que queriam participação nos lucros da bilheteria do filme.

Auto-proclamada "mãe" dos dançarinos, Madonna usou o filme para se posicionar sobre os direitos dos gays e da liberdade de expressão.

Dirigido por Ester Gould e Reijer Zwaan, “Strike a Pose” mostra, vinte e cinco anos depois do sucesso da turnê de Madonna, além das histórias desses bailarinos, muita dança, festa e temas fortes como o vírus HIV, dependência de drogas e álcool.

Os dançarinos de Madonna levantaram bandeiras e se tornaram símbolos de orgulho, inspiraram pessoas a se tornarem elas mesmas.

O que eles sentem por Madonna difere de um para outro, mas todos concordam sobre a competência profissional, disciplina e foco que a cantora tinha com sua carreira.

O título “Strike a Pose”, é claro, vem de uma frase do sucesso “Vogue”, música icônica no repertório da loira,  inspirada em um estilo de dança, chamado “voguing”, muito conhecido no final dos anos 1980, em New York.

Vale lembrar que Jose e Luis gravaram a música "Queen's English" onde a própria Madonna faz um feat. CLIQUE AQUI e confira o clipe da música.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Confira abaixo o trailer do documentário:



Fotos: Divulgação

A Redação

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Beto Papo: Fernanda Misailidis & Patrick Angello, uma dupla genial

Em Neon: sexta-feira, 7 de abril de 2017


Enfim, a estreia da parceria aconteceu com sucesso no palco do Centro Municipal de Referência da Música Carioca no dia 11 de janeiro passado. No show chamado "Mosaico de Mim", Fernanda uniu sua vocação de representar ao de cantora e, o que se viu, foi um repertório de delicadas melodias, quase todas, do Patrick que, habilmente ia conduzindo as inspiradas palavras dela, construindo, a cada número, um painel afetivo de lembranças e fantasias, fragmentos de vida.

“Esse projeto surgiu da ideia que o Patrick incutiu em mim de começar a escrever e compor, colocar para fora a enxurrada de emoções e pensamentos que eu vivenciava”.

Segundo ela, cada pessoa é um imenso universo a ser desvendado, são espelhos infinitos que guardam histórias, identidades, lembranças de momentos vividos, sentimentos... Inspirados nisso, criaram um espetáculo com alma, identidade e tipicamente brasileiro. Foram tardes e algumas madrugadas inteiras na criação.

Para dar o cunho teatral ao espetáculo, escolheram o olhar sensível do diretor Márcio Vieira. A banda, de formação jazzística, contou com Didier Fernan (baixo), Paulo Camilo (bateria) e Patrick Angello (violão de sete cordas), que foi o responsável pelos arranjos e direção musical. Foi acrescentada a flauta de Alexandre Maionese.

O show também contou com uma participação especial, o cantor Beto Caratori. Fernanda elogia: “Beto é uma figura carismática, grande cantor de presença inesquecível, voz tão suave e que também já realizou parcerias  com o Patrick”.

E é, justamente, no show desse cantor, que será lá no Centro de Referência, dia 19 de abril (quarta-feira), que a dupla poderá ser vista.

Patrick Angello está na direção musical e acompanhamento. Fernanda Misailidis é uma das participações especiais.

Vale a pena conferir.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Fotos: Divulgação

Por: Beto Caratori

Beto Caratori, escritor, jornalista, compositor e cantor, que atuou no movimento musical que revitalizou a cultura no bairro carioca da Lapa.

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Desbunde do Rival Rebolado está de volta e tem inscrições abertas para o concurso de Drags

Em Neon: quinta-feira, 6 de abril de 2017




Mudou de dia, mas não mudou a essência. O Rival Rebolada retorna para a temporada 2017, no dia 12 de abril, quarta-feira, para animar os saudosistas do espetáculo e ganhar novos adeptos.

Em sua 3ª Temporada, o Rival Rebolado vem com o espetáculo inédito, com o tema "Brasil", e promete muita loucura como adoramos ver.

Para quem ainda não conhece, o Rival Rebolado é uma deliciosa mistura de humor e picardia, que pouco vemos nos palcos do Rio de Janeiro.

Esquetes montadas e interpretadas pela trupe do Buraco da Lacraia, formada por Luis Lobianco, Letícia Guimarães, Sidnei Oliveira e Éber Inácio, com participações especiais de artistas burlescas e tudo sobre a batuta de Leandra Leal e Fabiano de Freitas são o principal mote do espetáculo.

De quebra tem o concurso "A melhor de 4", onde quatro Drag Queens concorrem e uma fica classificada para a semifinal, até chegar à grande final e ser eleita a "Rainha da Cinelândia". As inscrições já estão abertas e as drags podem se inscrever através do rivalrebolado@gmail.com

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Serviço
Espetáculo: Rival Rebolado
Quando: Quarta, 12 de abril 
Horário: das 19h30 - 23h
Onde: Teatro Rival - Rua Álvaro Alvim, 33 / 37- subsolo – Cinelândia - RJ
Preço e informações: (21) 2240-4469

Fotos: Em Fotos (Eduardo Moraes e Maurício Code)

segunda-feira, 3 de abril de 2017

'Cássia Eller – O Musical' pela primeira vez na Barra da Tijuca

Em Neon: segunda-feira, 3 de abril de 2017




A partir do dia 8 de abril o Teatro Bradesco recebe “Cássia Eller – O Musical”. O espetáculo já foi visto por mais de 150 mil espectadores após percorrer as 27 capitais brasileiras. 

O Primeiro musical a circular todas as capitais do Brasil, o espetáculo destaca a carreira de uma das vozes mais marcantes da MPB. “Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher”. Os versos de Renato Russo que Cássia Eller cantou por tantos anos falam muito sobre a personalidade da artista, uma verdadeira fera nos palcos, mas que podia ser um bicho arredio fora dele. Mulher de poucas palavras, cantora de infinitos sons e uma voz tamanha, doce e amiga na vida, foi forte e surpreendente na arte. Com menos de 40 anos de vida e 20 de carreira, Cássia Eller partiu no auge e deixou uma obra eterna.

O musical tem direção de João Fonseca e Viniciús Arneiro, idealização de Gustavo Nunes e produção da Turbilhão de Ideias Entretenimento. O texto é de Patrícia Andrade, que flagra Cássia ainda antes do início da carreira e acompanha toda a sua trajetória musical - dos primeiros passos como cantora em Brasília a sua explosão nacional - sem deixar de lado seus amores, em especial Maria Eugênia, sua companheira com quem criou o filho Chicão. A autora fez um amplo mergulho na obra de Cássia e entrevistou familiares e amigos que a ajudaram a construir um mosaico fiel sobre a história da cantora.

A direção musical é de Lan Lan, que tocou anos com Cássia e tem total propriedade na obra da cantora. O roteiro passeia desde uma criação autoral quase obscura, como Flor do Sol, até algumas canções que ficaram imortalizadas por ela, como Malandragem (Cazuza/Frejat), Socorro (Arnaldo Antunes/Alice Ruiz) e Por Enquanto (Renato Russo). O amigo Nando Reis, que é também personagem do espetáculo, comparece com várias composições no repertório, como All Star, O Segundo Sol, Relicário, Luz dos Olhos e E.C.T., entre outras.

O papel-título é interpretado por Tacy de Campos, atriz e cantora de Curitiba que foi escolhida entre mais de 1000 candidatas que se inscreveram para as audições, quando foi definido também todo o elenco, que conta ainda com Eline Porto, Emerson Espíndola, Juliane Bodini, Jana Figarella, Jandir Ferrari, Thainá Gallo. Os diretores João Fonseca e Viniciús Arneiro não poupam elogios à protagonista: “Tacy é sensacional, muito inteligente e intuitiva, além de ter uma voz incrível”, exalta João.

“Ela surpreendeu a todos e, antes mesmo dela cantar, já estávamos magnetizados pela figura tímida e doce que ela é. Ao final da primeira música, ficamos um pouco em silêncio, admirados com o que estava diante de nós. Existem algumas semelhanças entre ela e a Cássia e foi essa pureza de estado que nos arrebatou”, complementa Viniciús.

Para João Fonseca, esse é um espetáculo diferente dos musicais biográficos que ele dirigiu anteriormente (sobre Tim Maia e Cazuza). “É focado no essencial, simples e teatral como a própria Cássia. Apenas cadeiras, os atores e os músicos. A Márcia Rubin elaborou uma coreografia diferente, não é uma dança convencional, mas uma movimentação coreográfica”, acrescenta.

A banda é formada por Felipe Caneca (pianista), Pedro Coelho (baixista), Diogo Viola (guitarrista), Mauricio Braga (baterista) e Fernando Caneca (violonista). A ficha técnica do espetáculo completa-se com os figurinos de Marília Carneiro e Lydia Quintaes, iluminação de Maneco Quinderé, cenários de Nello Marrese e Natália Lana e direção de movimento de Márcia Rubin.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Confira abaixo teaser do espetáculo:



MÚSICAS
1. Do Lado Do Avesso (Cássia Eller)
2. Lanterna dos Afogados (Herbert Vianna)
3. Eu Queria Ser Cássia Eller (Péricles Cavalcante)
4. Come Together (Lennon/Mc Cartney)
5. Vinheta: Noturno (Graco/Caio Sílvio)
6. Que País é Este (Renato Russo)
7. Flor do Sol (Cássia Eller/Simone Saback)
8. Noite do Meu Bem (Dolores Duran)
9. Mercedez-Benz (Janis Joplin with the posts Michael McClure and Bob Neuwirt)
10. Pra longe do Paranoá (Oswaldo Montenegro)
11. Ne me Quitte Pas (Jacques Brel)
12. Vinheta: Eu Queria Ser Cássia Eller
13. Eleanor Rigby (Lennon/Mc Cartney)
14. Socorro (Arnaldo Antunes/Alice Ruiz)
15. Vinheta: Stairway to Heaven (Page/Plant)
16. Juventude Transviada (Luis Melodia)
17. Rubens (Mario Manga)
18. De Esquina (Xis)
19. Palavras ao Vento (Moraes Moreira/Marisa Monte)
20. Top Top (Mutantes/Arnolpho Lima)
21. Um Branco, Um Xis e Um Zero (Marisa/Pepeu/Arnaldo)
22. Vinheta: Infernal (Nando Reis)
23. Por Enquanto (Renato Russo)
24. Vinheta: Partido Alto (Chico Buarque)
25. Com Você Meu Mundo Ficaria Completo (Nando Reis)
26. Coroné Antonio Bento (João do Valle/Luiz Wanderley)
27. Cocorocó (Marcio Mello)
28. 1º de Julho (Renato Russo)
29. Todo Amor que Houver nessa Vida (Cazuza/Frejat)
30. Malandragem (Cazuza/Frejat)
31. ECT (Nanco Reis/Carlinhos Brown/Marisa Monte)
32. Luz dos Olhos (Nando Reis)
33. Nós (Tião Carvalho)
34. Soy Gitano (J. Monje/José Fernandes Torres/Vicente Amigo)
35. Relicário (Nando Reis)
36. All Star (Nando Reis)
37. Smells Like Teen Spirit (Nirvana)
38. Non, Je Ne Regrette Rien (Michel Vaucaire/Charles Dumont)
39. O Segundo Sol (Nando Reis)

ELENCO E PERSONAGENS
Tacy de Campos - Cássia Eller 
Eline Porto - Cláudia/Eugênia 
Emerson Espíndola - Ronaldo/Marcelo Saback/Elder/Executivo/ Nando Reis 
Juliane Bodini - Nanci Eller/Ana 
Jana Figarella - Rúbia/Dora/Cássia Eller 
Jandir Ferrari - Altair Eller/ Oswaldo Montenegro/ Violonista/ Empresário/ Guto/ Fernando Nunes 
Thainá Gallo - Moema/Lan Lan 
OBS: As atrizes Tacy de Campos e Jana Figarella revezam-se na personagem de Cássia Eller sem aviso prévio.

FICHA TÉCNICA
Texto: Patrícia Andrade
Direção: João Fonseca e Viniciús Arneiro
Direção De Produção: Gustavo Nunes
Direção Musical: Lan Lanh
Codireção Musical: Fernando Nunes

BANDA
Pianista: Felipe Caneca
Baixista: Pedro Coelho
Guitarrista: Diogo Viola
Baterista: Mauricio Braga
Violonista: Fernando Caneca
Direção De Movimento: Márcia Rubin
Figurinista: Marília Carneiro e Lydia Quintaes
Cenógrafo: Nello Marrese e Natália Lana
Visagismo: Beto Carramanhos
Design De Luz: Maneco Quinderé
Cenotécnico: André Salles e Equipe
Designer e Engenheiro de Som: João Paulo Pereira
Operação de som: João Paulo Pereira
Preparador Elenco (Tacy De Campos): Ana Paula Bouzas
Produtora de Elenco: Cibele Santa Cruz
Pesquisadora: Barbara Duvivier
Fotógrafo: Marcos Hermes
Assistência de Direção: João Pedro Madureira
Assistência de Direção de Movimento: Luar Maria
Representante do Espólio da Família da Cássia Eller: Rodrigo Garcia
Preparação Vocal: Marco Dantonio
Pianista Ensaiador: Felipe Caneca
Produtora de Base: Glauce Carvalho
Produção Executiva: Deborah Aguiar
Coordenador de Produção: Helber Santa Rita
Marketing: Mauricio Tavares
Designer: Julliana Della Costa
Idealização: Gustavo Nunes
Uma Produção Turbilhão De Ideias Entretenimento
Realização: Turbilhão de Ideias Entretenimento e Opus Promoções
Imagens: Divulgação /  Marcos Hermes

Serviço
Teatro: “Cássia Eller – O Musical”
Temporada: De 08 a 30 de abril
Local: Teatro Bradesco
Endereço: VillageMall - Av. das Américas, 3900 - 160 - Barra da Tijuca
Telefone: (21) 3431-0100
Horários: sextas e sábados às 21 e domingo às 19h
Dias: 8, 9, 14, 15, 16, 22, 23, 28, 29 e 30 de abril 
Ingressos: De R$ 25,00 a R$100,00 (inteira)
Duração: 120 minutos
Classificação: 14 anos
Gênero: Musical


sexta-feira, 31 de março de 2017

Markinhos Moura celebra 30 anos de carreira com show especial no Teatro Augusta

Em Neon: sexta-feira, 31 de março de 2017




Com participação de Ângela Maria, apresentação dirigida por Eduardo Martini marcará a gravação do novo álbum do cantor “Minha Voz no Teu Olhar”

O cantor Markinhos Moura realiza única apresentação no próximo da 4 de abril, às 21h, no Teatro Augusta, do show especial “Markinhos Moura - 30 anos de Carreira”, com a gravação de seu novo álbum “Minha Voz no Teu Olhar”.

Compondo a programação do projeto Terças-Musicais, coordenado pela produtora cultural, Isabel Pessoa, o show dirigido por Eduardo Martini, destacará um repertório com sucessos do artista e interpretação de grandes autores como Roberto Carlos, Ivan Lins, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Ângela Ro Rô, Benito di Paula e outros. Dentre os convidados especiais estará a cantora Ângela Maria.

Um dos ícones do cenário musical dos anos 80, Markinhos Moura ganhou o estrelato ao gravar “Meu Mel”. “Meu Anjo Azul”, “Quem Ama não Trai”, entre outras canções de sucesso. Também em sua trajetória, o cantor se destacou ao cantar igual a saudosa Elis Regina.

O cantor se destaca na noite paulistana ao compor o casting de músicos convidados na programação do Bar do Nelson, reduto de grandes vozes da MPB, no bairro de Santa Cecília.

Para o novo show, Markinhos posou para as lentes do fotógrafo Marcello Lima, em um ensaio cheio de classe, no palco do Teatro Augusta.

Entrevista
Markinhos Moura foi entrevistado por Eduardo Moraes há dois anos e sua entrevista sempre aparece entre as cinco mais lidas do Top 5 do site Em Neon.

CLIQUE AQUI e confira a entrevista com Markinhos, que falou sobre seu início de carreira, o tempo que morou no Rio de Janeiro, sua aparição no “Fantástico”, que o apresentou ao Brasil inteiro, sobre seu sucesso “Meu Mel”, de 1987, sua turnê em Hong Kong e em Tóquio (Japão), ter morado nos EUA, sobre o elogiado álbum “Mulheres e Canções”, o show “Eternamente Elis”, entre outras coisas. Confira!!!

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Serviço
Projeto Terças-Musicais
Show Markinhos Moura
Local: Teatro Augusta (Sala Paulo Goulart), Rua Agusta,943. Cerqueira Cesar
Ingressos: R$ 50 (Preço Único)
Compra de Ingressos pelo site:  https://ingressorapido.com.br/ ou diretamente na bilheteria do teatro: Quarta, Quinta e Sexta das 14h às 21h30 / Sábado das 13h às 23h30 / Domingo das 13h às 20h

Fotos: Marcello Lima / Divulgação

Arte divulgação: Tarcísio Lara Puiati
 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code