NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

sexta-feira, 9 de abril de 2021

O rosto do ícone gay Alan Turing está agora em uma nova nota de £ 50 no Reino Unido

Em Neon: sexta-feira, 9 de abril de 2021


O Banco da Inglaterra divulgou no final de março sua nova nota de £ 50 apresentando o matemático gay, criptógrafo e biólogo Alan Turing. Turing foi selecionado por indicação pública em 2019, quando o Banco procurou homenagear um cientista britânico na nota. Apesar de suas contribuições instrumentais quebrando o famoso código Enigma da Alemanha nazista durante a Segunda Guerra Mundial, o heróico criptógrafo foi mais tarde castrado quimicamente após sua prisão em 1952 por ter um relacionamento sexual com outro homem.

“Turing é mais conhecido por seu trabalho de codificação em Bletchley Park, que ajudou a encerrar a Segunda Guerra Mundial”, disse o governador do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey, em um comunicado. “No entanto, além disso, ele foi um matemático, biólogo do desenvolvimento e um pioneiro no campo da ciência da computação. Ele também era gay e, como resultado, foi tratado de forma terrível. Ao colocá-lo em nossa nova cédula de polímero de £ 50, estamos celebrando suas realizações e os valores que ele simboliza. ”

“Turing foi abraçado por seu brilhantismo e perseguido por ser gay”, ecoou o diretor do GCHG, Jeremy Fleming. “Seu legado é um lembrete do valor de abraçar todos os aspectos da diversidade, mas também do trabalho que ainda precisamos fazer para nos tornarmos verdadeiramente inclusivos.”

Segundo a OUT, a nova cédula de polímero de £ 50 apresenta a imagem de Turing no verso, juntamente com outras imagens simbólicas que representam suas muitas realizações. Isso inclui imagens e desenhos técnicos de suas primeiras tentativas de usar computadores, juntamente com um componente-chave de sua máquina de quebra de código, uma fita que mostra sua data de nascimento em código binário, bem como uma citação que ele deu ao The Times em 1949, onde disse: “Isto é apenas um antegozo do que está por vir, e apenas a sombra do que vai ser. ”

Turing foi um importante visionário e pioneiro nos campos da ciência da computação teórica e da inteligência artificial. Ele foi fundamental em seus esforços no famoso Bletchley Park nos arredores de Londres, onde ele e sua equipe quebraram o código Enigma da Alemanha nazista, que se pensava ser inquebrável. Grande parte de seu trabalho foi coberto pela Lei de Segredos Oficiais na época e, portanto, ele nunca foi totalmente reconhecido por suas contribuições.

Ele foi preso em 1952 por atividade homossexual com um homem de 19 anos, que consentiu. Dada a escolha entre prisão ou castração química, ele escolheu a última. Como resultado de sua condenação, as autoridades retiraram seu certificado de segurança e o impediram de continuar o trabalho de criptografia para a agência de inteligência de sinais britânica. Ele morreu em 1954 aos 41 anos, tendo consumido cianeto. A vida e a história de Turing foram retratadas no filme "O Jogo da Imitação" (The Imitation Game) de 2014, estrelado por Benedict Cumberbatch (que concorreu ao Oscar de melhor ator pelo papel).

Fleming disse que vê a aparição de Turing na nota como um “momento marcante” na história de seu país e um motivo para celebração e reflexão.

“Não é apenas uma celebração de seu gênio científico, que ajudou a abreviar a guerra e influenciar a tecnologia que ainda usamos hoje, mas também confirma seu status como uma das figuras LGBT + mais icônicas do mundo”, disse Fleming.

Fotos: Reprodução

Fonte: OUT

 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code