NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

domingo, 7 de maio de 2017

Adeus à travesti Luana Muniz, a Rainha da Lapa

Em Neon: domingo, 7 de maio de 2017



Luana foi um ícone no Rio de Janeiro, uma verdadeira Rainha, que reinou absoluta nas noites boêmias da Lapa.

Ficou famosa nacionalmente com um vídeo onde eternizou o bordão “Travesti não é bagunça”, mas não foi só isso que trouxe notoriedade à Luana. Uma foto ao lado do Padre Fábio de Melo trouxe um novo olhar de milhões de pessoas, que através de uma matéria no “Programa da Eliana”, mostrou não só a amizade dela, uma travesti, com o padre, mas também todos os atos benevolentes praticados por Luana na Lapa. Para quem não sabe, ela está à frente do projeto “Damas Da Prefeitura”, do qual era uma das fundadoras, que capacita travestis e transexuais para o mercado de trabalho e inclusão social. Ela também presidia a Associação dos Profissionais do Sexo do Gênero Travesti, Transexuais e Transformistas do Rio de Janeiro. E ainda apoiava a ONG “Água Viva” que desenvolvia trabalhos comunitários com pessoas vivendo com HIV/Aids. Em parceria com outras ONGs, Luana realizava trabalhos na área de cultura, saúde, prevenção, documentação, dependência química e ajudava e acolhia em seu casarão, travestis, prostitutas e pessoas em situação de rua.

Confira abaixo a reportagem sobre Luana Muniz no “Programa da Eliana”:



Luana estava com 59 anos e faleceu na madrugada deste sábado, 06 de maio, no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla. Ela estava internada desde o fim de abril. Nesse período chegou a entrar em coma, melhorou e até recuperou a lucidez, mas não resistiu às complicações decorrentes de uma forte pneumonia, que resultou em problemas renais e no coração.


Foram 47 anos dedicados à prostituição, mas seu lado artístico a levou a apresentações pela Europa, onde era tão conhecida e respeitada como no Rio de Janeiro, sua cidade natal. Muito inteligente falava seis idiomas, tinha nacionalidade italiana, durante muito tempo ela ia à Itália anualmente e trabalhava por três meses.

Adeus Luana, sua vida foi nobre e cheia de ações dignas. Um ícone, uma guerreira, uma vencedora que nos deixa cheios de saudades.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Fotos: Eduardo Moraes e Maurício Code

Por: Eduardo Moraes

Eduardo Moraes é jornalista formado pela USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul) além de fotógrafo há 15 anos. Em seu curriculum estão o Jornal e Site Abalo, a Exposição O "T" da Questão e o Livro Avesso - Meu Lado Certo. Atualmente é editor-chefe do site www.EmNeon.com.br
 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code