NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Últimos dias para ver 'Identidade', exposição com artistas negros em papeis de ícones pop

Em Neon: sexta-feira, 26 de agosto de 2016



O Projeto Identidade, idealizado e produzido por Noemia Oliveira e Orlando Caldeira, apresenta fotografias com artistas afro-brasileiros em papeis de ícones brancos da cultura pop.


Nomes como Milton Gonçalves, Ruth de Souza, Jorge Aragão, Sheron Menezzes, Juliana Alves, Lelezinha, Sergio Loroza, Taiguara Nazareth, JP Rufino, Erika Januzza, Rafael Zulu, Flávio Bauraqui, Maicon Rodrigues, Mariana Nunes, Nayara Justino, David Junior, Arielle Macedo, Thiago Ryan, Paulo Lessa, Sérgio Babucar, Darla Maria, Maria Fernanda Basa. entre outros, se apresentam em personagens e personalidades de musas, heróis como Harry Potter, Mulher Maravilha, Papa, As Paquitas, Monalisa, O Menino Maluquinho, Papai Noel, O Gordo e o Magro, Princesas de desenho como Frozen, A Pequena Sereia, Branca de Neve e por aí afora.


São 30 obras, das quais 16 imagens inéditas, com a participação de 41 artistas, entre cantores, atores e dançarinos.


Juntamente com as fotos, a exposição conta com projeções em audiovisual, com o objetivo de promover um debate sobre a importância da representatividade e os danos que a restrição dos negros a papeis secundários e/ou caricaturais acarretam na sociedade brasileira.


A mostra está em sua segunda edição, em cartaz na Galeira do Centro Cultural Parque das Ruínas, em Santa Teresa no Rio de Janeiro, até 04 de setembro. A entrada é livre e pode ser conferida até domingo das 10h às 18h.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Serviço
Identidade
Local: Centro Cultural Municipal - Parque das Ruínas - Santa Teresa - Telefone: (21) 2215-0621
Temporada: Até 04 de setembro
Horário: de terça à domingo, das 10h às 18h
Entrada Franca
Endereço: Rua Murtinho Nobre, 169

Fotos: Guilherme Silva e Faya

A Redação

 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code