NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

sábado, 21 de maio de 2016

Beat 2 Beat: Corra pra ver o ANUS da Alaska Thunderfuck!

Em Neon: sábado, 21 de maio de 2016

A 8ª temporada do "RuPaul's Drag Race" mal acabou e a vencedora (claro que não vou estragar a surpresa) já sabe que seu reinado será árduo.

As participantes das edições anteriores ainda reinam... e aproveitando o momento em que o reality ainda está em evidência,  a apoteótica Alaska Thunderfuck 5000 divulgou na última sexta-feira (20/05), o videoclipe “ANUS”, faixa-título de seu álbum lançado em junho de 2015.

"Anus" unânime entre os fãs!
"Desce até o chão, me deixe sentir a sua vagina... Sem controle, como se tivesse tomado um LSD", diz a letra da música, pra lá de criativa e inusitada escrita por Justin Honard ,Tomas Costanza e Ashley Levy. A produção de "Anus" é assinada pelos produtores Tomas Costanza e Paul Coultrup.

Aliás, falando rapidamente no álbum "Anus", a maioria das letras (curtas e repetitivas) apresentam conteúdo explicito, que lembram o que chamamos de "funk proibidão" aqui no Rio de Janeiro.

Dirigido por Sasa Numic, o ousado vídeo conta com a participação de outras Drags que passaram pelo RuPauls drag Race, como Raja e Bibble Girl.

Enfim a diversidade!
Tentando ainda, quebrar os dogmas "só corpões" e "só branquelos" (é claro que também tem isso no clipe ou então o povo não assiste), o vídeo traz gordinhos, negros e acho até que vi uma mulher!

De quebra o clipe ainda tem cenas EM NEON, (homenagem ao nosso site? hahaha)  psicodélicas (praticamente o mesmo efeito usado por RuPaul em "The Realness") e até um trabalho de parto, em que Alaska dá a luz a um líquido verde! Oh God! Vai lá saber o significado disso!

Ousadia é dar a dar a luz pelo fiofó!



Confira o clipe de Alaska abaixo:




O que eu achei do vídeo?
Bem... Sei que não devia, mas comparando com o "The Realness", Alaska deixou RuPaul na poeira.
Não apenas pela produção caprichada do vídeoclipe, mas pela própria produção musical. Apesar de AMAR a RuPaul, tenho percebido que seus últimos singles e videoclipes caíram na mesmice de sempre. O som é sempre 90's e os videoclipes (de baixo orçamento) intercalam Tia Ru dublando, mesclando com 3 ou 4 caras esculturais e drags dançando e é só!

Daí um amigo vem e me diz: "É isso que as pessoas querem". Concordo, mas dá para abrir um pouco os horizontes e sair do lugar comum. Sempre dá! É lógico que não existe uma Drag Queen que vá superar RuPaul em qualquer quesito, mas está na hora de ousar um pouco, trazer algo novo, não é?

Pode ter bofe sim, mas que a estrela brilhe mais que eles!


Imagens: Frames "Anus"

Por Maurício Code - CLIQUE AQUI para ver outras matérias escritas por este colunista.

Maurício Code é fotógrafo, designer gráfico, atuante no mercado desde 1995, DJ produtor, criador do selo Code Art Design (www.codeartdesign.com.br) e promoter de eventos na noite carioca através da pop4fun. Em seu curriculum destacam trabalhos para artistas nacionais e internacionais, remixes disponibilizados gratuitamente na internet além de trabalhos como visagista para cinema e televisão.
 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code