NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Bahia pode ser o primeiro estado brasileiro a ter uma transexual candidata ao cargo de prefeita

Em Neon: segunda-feira, 18 de abril de 2016

A baiana Samara Braga, de 32 anos, nasceu em Salvador, mas quer se candidatar ao posto de prefeita da cidade de Alagoinhas, que fica a 108 quilômetros da capital, e onde ela mora desde 2004.

Samara diz que será a primeira mulher transexual a concorrer a esse cargo no Brasil.

Em entrevista ao Correio 24 horas Samara disse: “Alagoinhas é um lugar muito importante para mim. Quando morava em Salvador eu não tinha a liberdade de ser quem eu sou. Apenas quando eu fui para lá que eu pude experimentar a minha liberdade e parar de viver nas sombras”, explica Samara.

Candidata pelo PSOL ela afirma ter se filiado ao partido por inspiração de grandes nomes da política como o deputado federal Jean Wyllys, que é de Alagoinhas, e Luciana Genro, que foi candidata à presidência do Brasil em 2014.

Vitima de muitos preconceitos em sua vida pessoal, Samara acredita que também encontrará dificuldades nas urnas: “Quanto à reação do eleitorado, não tenho medo. Sei que algo tão inédito causará estranheza a algumas pessoas. Reacionários com certeza me atacarão de todos os lados. Discursos transfóbicos já ocorrem, mas nada que me abale, pois a repercussão tem sido muito positiva e a quantidade de pessoas que me apoia supera, e muito, o grupo das pessoas que se colocam contra”, explica.

Na entrevista dada a Jorge Gauthier, explicou que antes de se oficializar candidata ainda precisa vencer as prévias do partido. “Considero que estou apta para ocupar o cargo, pois quem vive a dura realidade em uma cidade repleta de injustiças sociais, sabe o que realmente tem de errado e precisa ser corrigido. Estou confiante e acredito que, vindo a se concretizar a minha candidatura, será um grande passo rumo a uma sociedade mais harmoniosa, respeitosa e humanizada”, explicou Samara.

Samara ressalta que não defenderá na eventual candidatura apenas a bandeira LGBT. Ela destaca que tem projetos para outros segmentos da cidade como Educação, onde pretende focar na valorização dos profissionais da educação e priorizar ações no sentido de ampliar o número de creches; e Saúde, onde pretende reivindicar o repasse de recursos dos governos estadual e federal para garantir acesso gratuito aos serviços sem sobrecarga no orçamento.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Foto: Jorge Gauthier / Reprodução do Facebook

Fonte: Correio 24 horas

 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code