NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

segunda-feira, 14 de março de 2016

Suécia é o país campeão em termos de simpatia LGBT

Em Neon: segunda-feira, 14 de março de 2016

O guia mundial de viagens Spartacus, para homens homossexuais e bissexuais, publicado anualmente pela editora alemã Bruno Gmünder, ranqueou 194 países e o quanto cada um deles é gay friendly.

No lugar de julgá-los com base em sua vida noturna gay, a editora classificou-os de acordo com as leis e costumes de cada país, como se relacionam com a igualdade no casamento, restrições de viagem, HIV, assassinatos de ódio, as leis contra a homossexualidade e outros critérios. A cada nação foi atribuído um valor numérico positivo ou negativo para cada categoria.

No topo da lista está a Suécia, que marcou pontos por ter leis anti-discriminação, reconhecimento das uniões homossexuais, igualdade na maioridade, marketing de viagens destinadas a gays e nenhuma perseguição institucional da comunidade LGBT.

Outros países entre os 10 primeiros classificados estão: Bélgica, França, Holanda, Reino Unido, Canadá, Dinamarca, Islândia, Noruega e Espanha.

E o Brasil?

Os Estados Unidos desembarcaram no meio do bloco na posição # 38, graças a leis anti-homossexuais e a falta de igualdade no casamento. O Brasil está melhor posicionado, em 25º lugar, recebendo 5 pontos, dos quais, 1 por ter leis anti-discriminação, 2 por reconhecimento às uniões homossexuais, mais 3 pontos por adoção, marketing LGBT e igualdade na maioridade, perdeu um ponto pela influência religiosa.

As três últimas posições ficaram com os Emirados Árabes Unidos, Irã e Somália, graças a seus habitantes locais hostis, leis anti-homossexuais e a pena de morte para a homossexualidade.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Confira abaixo o ranking dos 194 países e suas classificações:









Foto: Capa do Guia Spartacus / Rasmus Lindahl (reprodução)

A Redação
 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code