NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

domingo, 24 de maio de 2015

Teatro/RJ: Últimas apresentações de ‘Sacco e Vanzatti’ com a Companhia Ensaio Aberto

Em Neon: domingo, 24 de maio de 2015


A Companhia Ensaio Aberto reestreia o espetáculo “Sacco e Vanzetti”, do argentino Maurício Kartun, primeira montagem brasileira do texto. O espetáculo foi a primeira grande criação da companhia para o Armazém da Utopia, sede da Ensaio Aberto no Cais do Porto, Rio.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Sob direção de Luiz Fernando Lobo e espaço cenográfico de J.C. Serroni, a encenação parte do célebre caso de Nicola Sacco e Bartolomeu Vanzetti, imigrantes italianos, acusados injustamente e mortos na cadeira elétrica em 1927, nos Estados Unidos.

A dramaturgia tem como ponto de partida o texto "Sacco y Vanzetti" de Mauricio Kartun e da farta documentação que existe sobre o “julgamento do século” que se converteu em símbolo de luta por justiça, igualdade e liberdade.

“Nos 7 anos que Sacco e Vanzetti permaneceram presos a classe operária brasileira esteve totalmente solidária realizando diversos atos em várias cidades. No Rio de Janeiro não foi diferente. Os portuários e os operários sempre estiveram à frente de mobilizações e não por acaso escolhemos Sacco e Vanzetti para ser nossa primeira criação na sede no Cais do Porto”, diz o diretor Luiz Fernando Lobo.

A montagem, que teve uma primeira temporada bem sucedida recebeu indicações ao Prêmio Shell (trilha original) e Prêmio Questão de Crítica (Cenografia).

A historia de Sacco e Vanzetti
Nicola Sacco, oriundo da Itália do Sul, e Bartolomeo Vanzetti, da região de Turim, emigraram para os Estados Unidos quando jovens, no início do século XX, separadamente. Tendo Boston como nova morada, Sacco passou a trabalhar numa fábrica de calçados, enquanto Vanzetti desempenhou várias ocupações, como, por exemplo, a venda de peixe. A dupla se conheceu ao frequentar círculos anarquistas ítalo-americanos. Em maio de 1920, detidos em um comício anarquista por estar de posse de panfletos e de algumas armas, foram acusados por assalto e assassinato de dois homens. Não havia qualquer prova contra eles, mas a Justiça montou um processo que acabou se transformando num ato político: um gesto exemplar para as “classes perigosas”. Nem mesmo a confissão de um detento que assumiu o crime serviu a impedir a condenação à morte dos anarquistas. A mobilização em favor da anulação da sentença não impediu que a 23 de agosto de 1927 a cadeira elétrica pusesse fim à vida da dupla.

Mais sobre a Companhia Ensaio Aberto
A Companhia Ensaio Aberto é a única do Rio dedicada exclusivamente a temas sociais e políticos. Com um teor político marcadamente épico, a Companhia busca dialogar diretamente com a obra do dramaturgo alemão Bertolt Brecht. O autor alemão é influência assumida e inspiração central para a companhia carioca. É possível vislumbrar sua história no projeto Armazém da Utopia com a qual a companhia ocupa o Armazém 6 do Cais do Porto do Rio desde 2010.


Ficha Técnica
Texto: Maurício Kartun
Direção: Luiz Fernando Lobo
Direção de Produção: Tuca Moraes
Elenco: Adriano Soares (Cesare Rossi), Alain Catein (Anarquista), Bruno Peixoto (Katzmann), Danielle Oliveira (Mary Splain),Diego Diener (Stewart), Douglas Amaral (Bartolomeu Vanzetti), Gilberto Miranda (Nicola Sacco), João Rafael Schuler (Levangie), João Raphael Alves (Thompson), Luiz Fernando Lobo (Thayer), Luiza Moraes (Agnese), Nathália Marçal (Anarquista), Taís Alves (Rosa Sacco), Tuca Moraes (Luigia Vanzetti), Victor Santana (anarquista), Vinicius Domingues (Medeiros)
Cenografia e espaço cênico: J.C. Serroni
Iluminação e direção técnica: César de Ramires
Figurinos: Beth Filipecki e Renaldo Machado
Música e Direção Musical: Luiz Felipe Radicetti
Diretor Assistente: João Batista
Assistente de Direção: Natália Balbino
Produção: Ana Girassol
Preparação Corporal: Tuca Moraes
Preparação Vocal (música): Aurora Dias
Realização: Instituto Ensaio Aberto

Serviço
Temporada: De 11 de abril até 31 de maio de 2015
Horário:  sextas 21h, sábados e domingos 19h
Local: Armazém da Utopia - Tel: 2253-8726 /2516-4857
Endereço: Av. Rodrigues Alves, Armazém 6 – Cais do Porto - RJ
Preço: R$ 40,00 (inteira) R$20,00 (meia) R$ 15,00 (antecipado)
Classificação: 12 anos
Duração: 1h35
Capacidade: 200 lugares

Foto: Vitor Vogel/Divulgação

A Redação
 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code