NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Confissões de uma Drag: 'Master Drag' destaca a cultura purpurinada no ‘Pânico na Band’

Em Neon: quarta-feira, 22 de abril de 2015


O dia 5 de abril de 2015 com certeza ficará marcado na história do movimento Drag brasileiro, pois um programa de sátira e humor irreverente como o “Pânico na Band”, colocou no ar o primeiro episódio do reality Master Drag (inspirado e homenageando o “RuPaul’s drag Race”). No quadro, os integrantes do programa se transformam em Drag Queens com o auxílio de profissionais da área, coachs - como eles resolveram chamar.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

A audiência foi às alturas e cores, brilho e muita irreverência invadiram a tela da TV.

No juri a experiente Salete Campari, o ex BBB Serginho Orgastic e Geisy Arruda.

O primeiro embate foi entre as Drag Queens Tchaka (que produziu o Vesgo) e Dimmy Kieer (a Coach do Eduardo Sterblitch). Quem levou a melhor foi o Vesgo com sua performance coreografada e com referência aos shows montados e super produzidos de Drag Queens, a make do mesmo ficou a cargo da profissional Leona (um escândalo!).

Assista parte do vídeo da primeira apresentação:



Na segunda semana a Drag Queens Sissi Girl produziu o Gui e Robbit Moon (referência no bate cabelo) o Diego, o segundo saiu vencedor por apresentar uma proposta diferente até então no programa, o bate cabelo, mesmo o candidato esquecendo da dublagem e entrar inseguro no palco.

Assista parte do vídeo da segunda apresentação:



Para a terceira semana, fui convocada a participar do Master Drag e me senti mais que honrada, pois como disse, a proposta do quadro vai numa vertente totalmente contrária a muita coisa que acontece no programa: exalta a cultura Drag da forma que ela deve ser exaltada, sem ridicularizar ninguém, nem sacanear. Topei na hora.

Meu candidato foi o Carioca - empatia no primeiro encontro.

Nos identificamos até no gosto musical e na performance que faríamos, algo mais teatral (a produção e o diretor - o galã Afif - estranharam a princípio, mas depois de alguns argumentos do Carioca compraram a ideia e o resultado foi a vitória com três 10 do juri).

Amanda di Polly produziu o Carlinhos Mendigo (que por alguns erros de percurso não teve um bom desempenho, mas o pout pourri de hits de sucesso empolgou e muito a galera presente).

Assista parte do vídeo da terceira apresentação:



Com certeza o “Master Drag” já entrou para a história do Pânico e da TV brasileira por mostrar a cultura Drag de uma forma linda e como deve ser mostrada. Parabéns a todos e sucesso sempre.

Foi um prazer fazer parte desse momento único e maravilhoso na TV Brasileira.

Obrigada Pânico, obrigada Band!!! Que venham mais coisas lindas por ai!

Fotos: Instagram do Carioca / Dindry por Smartphone

Vídeos: Youtube

Por: Dindry Buck - CLIQUE AQUI e leia mais artigos com Dindry Buck.

Dindry Buck, personagem vivida pelo Publicitário, Jornalista, Ator e Maquiador Albert Roggenbuck. Formado em Comunicação Social/Publicidade e Propaganda, pela Universidade São Judas Tadeu – São Paulo, trabalha em eventos como animadora, apresentadora e hostess. É ativista social pela causa LGBT, sendo o atual Conselheiro representante dos Transegêneros junto ao Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual.
 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code