NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Politiké: O Brasil está sendo desfigurado dentro de nossas cabeças

Em Neon: segunda-feira, 22 de dezembro de 2014


Queridos leitores e amigos,
Diante desses escândalos todos, o Brasil vem sendo desfigurado dentro de nossas cabeças. Há uma grande neurose no ar... Nunca vi tanta gente falando em deixar o Brasil para morar no exterior. A mudança no inconsciente coletivo da população é visível: nos rostos tristes, nos ônibus abarrotados e no desânimo das pessoas nas ruas. O pessimismo, em relação ao que está por vir, tem sido assunto até nas mesas de bar. Nunca pensei que a incompetência casada com o delírio ideológico pudesse promover tamanho caos...

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Há uma mutação histórica em andamento, mas que pode ser para pior: uma mudança em direção ao quarto mundo. Estamos experimentando dores nunca antes sentidas. Quais são os sintomas mais visíveis desse trauma histórico? O sentimento de solidariedade tão natural, e quase instintivo entre os animais, vem se diluindo. Tanto é assim que tem ocorrido, de forma cada vez mais constante, uma grande violência do povo contra si mesmo. Menores infratores decapitando outros na prisão; ônibus sendo queimados por nada com passageiros dentro; meninas sendo queimadas; detentos sem recursos sendo massacrados pelo sistema penitenciário que sequer têm direito a revisões de suas sentenças; até mesmo o assassinato de crianças por pais e mães vêm ocorrendo com certa frequência. Enfim, uma revolta, uma falta total de rumo. Um rancor gerado e dirigido contra tudo... E o Brasil fica com ódio de si mesmo... O País começa a se atacar.

Outro nítido efeito na mudança do pensamento das pessoas é o fatalismo. A manifestação do fatalismo é a seguinte: "Isso é assim mesmo! Não tem jeito não". O fatalismo é a aceitação da desgraça... O desgoverno e os crimes sem solução deixaram de ser simples desvios da norma e vão se transformando em uma nova cultura: a normalização da ignomínia. Por trás do crime e da corrupção consolida-se a cultura da mentira, do "bolivarianismo" e da irresponsabilidade pública.

O Brasil está triste e envergonhado. Todos opinam: "precisa-se fazer isto, precisamos fazer aquilo", mas ninguém sabe quem o fará!... Temos aí a nova escola crítica. Pensávamos que a análise impotente da "imputência" e o pessimismo diante da contemporaneidade, significariam um grande avanço no Brasil e na humanidade em geral. Mas não foi isso o que ocorreu. Pelo contrário, o erro passou a ser a normal. Parece que tudo anda para trás. Esse desastre me lembra a metáfora de Oswald de Andrade, de que "as locomotivas estavam prontas pra partir...mas alguém torceu uma alavanca e elas partiram na direção oposta". É difícil colocar a pasta de dente para dentro do tubo. Há uma retroalimentação da esculhambação generalizada, que vai destruindo as formas de combatê-la. As deformações se acumulam como enchentes ou como um rio sem foz... O Brasil está sofrendo uma mutação gravíssima. E nossas cabeças também!

Fotos: Reprodução
Revisão: Márcia Furtado Alves

Por: Endy Van-Erven - CLIQUE AQUI e leia mais artigos da coluna Politiké.

Endy Van-Erven é Vereador Suplente do Rio de Janeiro, Nutricionista formado pela USP (2000), Ambientalista e trabalha na secretaria de desenvolvimento dos Direitos Humanos.


 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code