NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Literatura: Autora diz que não queria ter escrito ‘O Segredo de Brokeback Mountain’

Em Neon: quarta-feira, 31 de dezembro de 2014




Annie Proulx (foto) recebeu o site Paris Review para uma longa entrevista em seu rancho em Bird Cloud.

Um dos momentos mais marcantes da entrevista é o quando Proulx fala sobre sua obra “O Segredo de Brokeback Mountain”: “Eu gostaria de nunca ter escrito a história. Depois que ela foi filmada, tem sido a causa de problemas e mais problemas além da minha irritação. Antes do filme estava tudo bem”.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK



Tem uma coisa que incomoda Proulx, muito mais do que a parte indignada, que não quis saber da história por se tratar de um romance entre dois homens. É a irritação por causa da não aceitação de muitas pessoas, principalmente homens, que não concordam do romance não ter um final feliz e tentam então, reescrever a história, dando a ela dicas de um outro final.

Annie diz: “Eles não podem suportar a maneira como a história termina, eles simplesmente não podem suportar isso. Então eles reescrevem a história, incluindo todos os tipos de namorados, novos amantes e assim por diante, depois da morte de Jack. E isso só me deixa louca. Eles não conseguem entender que a história não é sobre Jack e Ennis. É sobre a homofobia; trata-se de uma situação social; trata-se de um lugar e de uma mentalidade particular e moralidade. Eles simplesmente não entendem. Eu não posso te dizer quantas dessas coisas foram enviadas para mim, como se estivessem me esperando dizer, 'Oh! Se eu tivesse tido o bom senso de escrevê-lo dessa forma’. E quando escrevem, todos começam do mesmo jeito: não sou gay, mas... A implicação é que, porque eles são os homens, eles entendem muito melhor do que eu, como essas pessoas teriam se comportado. E talvez entendam. Mas essa não é a história que eu escrevi. Aqueles não são seus personagens. Os personagens me pertencem por lei.”

Tanto que os personagens voltaram em uma ópera, pelo compositor americano Charles Wuorinen e Annie soltou suas farpas: "Eu trabalhei no libreto, trabalhei em mudanças para que eu pudesse finalmente tirar Jack e Ennis da minha vida. Eu quis fazer o libreto, pois percebi que um desses idiotas que ama finais felizes iria vir e começar a brincar com o romance. Eu quero manter a história como ela é. É uma história forte e ela não deve ser mutilada onde todos vivem felizes para sempre”.

Para quem não conhece, "O Segredo de Brokeback Mountain" é um filme norte-americano e canadense de 2005, um drama romântico que retrata o complexo relacionamento romântico de dois cowboys na Região Oeste dos Estados Unidos entre 1963 e 1981.

Curiosidades do filme:
O pôster do filme foi inspirado no de Titanic, após o produtor James Schamus ter pesquisado os posteres dos cinquenta filmes que considera os "mais românticos de todos os tempos".

Joel Schumacher e Gus Van Sant - ambos abertamente gay - estiveram cotados para dirigir o filme.

Durante as filmagens, Heath Ledger rodou uma cena de nudez frontal, na sequência em que o seu personagem e o de Gyllenhall - que para essa cena usou um dublê - pulavam nus num rio. O diretor, temendo a censura, deixou a cena de fora da edição final do filme. Mas as fotos deste momento, realizadas por um paparazzo portando uma câmera digital, terminaram espalhando-se pela Internet.

O diretor de fotografia Rodrigo Prieto aparece numa curta cena de Brokeback Mountain: ele é o michê que o personagem de Jake Gyllenhaal escolhe no México.

Heath Ledger quase quebrou o nariz de Jake Gyllenhaal ao rodarem uma cena de beijo.

Durante as filmagens Heath Ledger iniciou um relacionamento de mais de dois anos com Michelle Williams, que acabou se tornando a mãe de Matilda Rose, sua única filha. Jake Gyllenhall é o padrinho da menina.

O filme ganhou o MTV Movie Award de Melhor Beijo (Ledger-Gyllenhaal). Esta foi a segunda vez em que um casal de homens recebeu o prêmio desde que este foi instituído.

Brokeback Mountain foi eleito, com quase 38% dos votos, o "filme mais romântico de 2005" no site Box Office Mojo.

Jack Twist também é o nome de um personagem gay da série de livros House of Night, lançada em 2007, o nome foi dado em homenagem ao personagem do filme. Na série também tem um personagem chamado Heath.


Foto de Annie Proulx :Marc Mcandrews/Getty Images
Imagens: Reprodução

Fonte das Curiosidades: Wikipédia 

A Redação

 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code