NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Melão Em Neon: É preciso estar atento e forte

Em Neon: sexta-feira, 3 de outubro de 2014



Sei que esse espaço, gentilmente concedido a mim, não é voltado para falar de política. Mas esse domingo, dia 05/10, é mais um dia importantíssimo para a nação. Não, não será final do Campeonato Brasileiro, nem sairá uma nova lista de convocados para a seleção, tampouco a lista de participantes de algum reality show. Sairá uma nova lista de convocados, sim, mas para assumir os poderes executivo e legislativo de nosso país.

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

E nessa reta final da campanha eleitoral, os ânimos se afloram e os candidatos fazem de tudo em busca de nosso voto. Sobretudo, nesse momento, é preciso separar o joio do trigo e avaliar quem, de fato, deseja conduzir nosso país no rumo de uma nação mais justa e igualitária para todos.

Um dos temas que vem ganhando bastante relevância nesse momento é o que diz repeito à Criminalização da Homofobia e a obtenção de Direitos Civis Igualitários por toda a sociedade LGBT no país, o que também vem gerando uma reação violenta e avassaladora por parte dos setores mais conservadores da sociedade, como o que se viu no debate dos presidenciáveis da Rede Record, em que o candidato Levy Fidélix fez declarações lamentáveis, dizendo que “a maioria tem que combater a minoria”, incitando, dessa forma o ódio e a violência contra os homossexuais em todo o país. É triste constatar que muita gente compartilha dessa opinião, mas muitos não têm noção de que também sujam as mãos de sangue cada vez que um homossexual é agredido ou assassinado em nosso país.

Sei que parece absurdo que, em pleno 2014, esse tema ainda seja passível de discussão, afinal direitos iguais para todos parece ser um conceito tão óbvio... Mas há bem pouco tempo atrás, grupos também considerados “minoria”, como negros e mulheres, também passaram por isso. Os homossexuais são a bola da vez. Houve quem protestasse contra o direito ao voto pela mulher e até contra o fim da escravidão. E, acredite, há quem não concorde até hoje e ache que o negro não deve ocupar lugares de igual destaque na sociedade. A diferença é que, se alguém manifestar esse tipo de opinião, vai responder criminalmente por isso, já que racismo é considerado crime no Brasil. Daí a importância da aprovação da Lei contra a homofobia.

No entanto, mesmo com essa onda conservadora e reacionária assolando nosso país, com seu discurso fundamentalista-religioso espumando de ódio contra os gays, não vejo o atual panorama de forma tão negativa assim. Eles só estão rosnando contra nós porque estamos, a cada dia, conquistando nosso espaço na sociedade. Assim como negros e mulheres que, ainda a duras penas, continuam conquistando direitos de igualdade, a comunidade LGBT também começa a trilhar pelo mesmo árduo caminho. Quem imaginaria, décadas atrás, que a audiência televisiva toda iria se unir na torcida por um beijo entre dois homens em uma novela? Portanto, a reação raivosa dos conservadores não passa de um reflexo de nossas conquistas.

Por isso mesmo, não podemos enfraquecer nesse momento. Não podemos abrir mão do pouco que conquistamos e do muito que temos a conquistar. Temos que aumentar nossos representantes para que as conquistas se ampliem. Sei que, ao contrário dos evangélicos, não temos tantos representantes no Congresso Nacional, embora sejamos muitos, milhões em nossa sociedade, pelo fato de muita gente ainda não ter coragem de se assumir.

Mas o voto é secreto, amigo gay dentro do armário! Juro que mamãe não vai saber se você, no dia 05 de outubro, ir até a urna eletrônica e digitar o número de algum candidato que te represente, que assegure seus direitos e lute para que você não sofra mais nenhum tipo de violência física ou psicológica, por parte daqueles que não aceitam quem pensa diferente deles.


Acesse o site www.votelgbt.org e eleja um candidato da sua região que vai lutar por você. Caetano já nos ensinou: “é preciso estar atento e forte”, sobretudo nesse momento de grande visibilidade em que nossas conquistas podem avançar significativamente. Só depende de você!

Imagens: Web

Por: Vitor de Oliveira

Vitor é Roteirista, escritor, professor e dramaturgo. Criador do blog “Eu prefiro melão”, um dos pioneiros a publicar textos de conteúdo próprio voltado para o universo da teledramaturgia, que deu origem ao seu primeiro livro “Eu prefiro melão – melhores momentos de um blog televisivo”. Colaborador da nova versão de “O astro” (2011), novela de Janete Clair, adaptada por Alcides Nogueira e Geraldo Carneiro, premiada com o “Emmy Internacional”. Atualmente, é um dos roteiristas de “Lady Marizete”,  novela das 19 horas da Rede Globo, prevista para 2015. No cinema, foi roteirista dos curtas “Corra, Biba, Corra”, “Metade da Laranja”, “12 horas" e "A Maldição da Rosa". Autor de três peças de teatro: “O que terá acontecido a Nayara Glória?”, “Mãe” e do infantil “A bola mágica”.

 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code