NOVIDADES

COMPORTAMENTO

sexo

Vídeos

Arquivo Em Neon

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Recado: Mulheres heterossexuais casadas com homens gays!

Em Neon: quarta-feira, 13 de agosto de 2014



Oi gente querida do Em Neon!

CURTA O EM NEON NO FACEBOOK

Eu ando tão bissexta ultimamente. Mas... muitas coisas acontecendo e sempre esperando para aqui, deixar o melhor para nós.

Tenho pensando muito em como ajudar mais e melhor  nossa causa e, outra vez,  me vem no coração a necessidade de trabalhar com as mulheres casadas com  homens gays, as que já sabem e continuam juntas ou as que se separam por esse motivo. Aproveitando o mote da novela “Império” onde a mulher do personagem de José Meyer parece que viverá essa situação, vamos falar sobre o assunto.

Como vivi essa questão com o pai de meus filhos e  tivemos que ir fundo, para não deixar que um grande amor fizesse mal a nós dois, posso falar do assunto mais livremente.

Na maioria dos casos a mulher, ou ex-mulher, se sente no direito de castigar o marido. E na maioria das vezes acaba, além  disso, destruindo e não construindo uma família. Sim gente, existe uma família linda atrás desses pares e ela tem que ser respeitada. Somente, veja só, somente as mães, esposas, podem definitivamente dar a essa família um final feliz. Mas talvez tenham que ser orientadas com um apoio psicológico emocional para tanto. Não vejo, em nenhum lugar, se  comentar  sobre esse assunto e com isso ficam essas mulheres perdidas e feridas em seus egos e muitas vezes em suas almas. Como vítimas e não como algozes como podem ser. Os filhos entendem que a mãe sofre e, na maioria das vezes, se colocam contra o pai. Misturam e confundem o marido com o pai dos filhos. Uma mulher que se casa com um homem gay é depositaria de um amor lindo e sagrado. O homem gay normalmente ama sua mulher da forma mais delicada. Escolhem essa mulher para ser mãe de seus filhos. Ou seja, para que tenham uma história familiar. Infelizmente gays de gerações anteriores a essas que vivemos, não se achavam no direito de ter uma família homoafetiva e adotar seus filhotes, se fosse o caso. Na minha geração foi assim, e continuou por muito tempo. E ainda vejo esses casais se formarem! Precisamos falar desse assunto... e muito!

Talvez colocar a disposição desses casais, ou desses ex-parceiros homem gay x mulher hétero, ajuda psicológica para ambos. Mas sinto que o lado feminino é que tem mais força com os filhos. Mãe é f... Risos. Constrói ou destrói assim num piscar de olhos. Exagero? Não é não! Por isso devemos nos preocupar em ajudá-los, pois é uma alegria sem limites quando, nós mulheres, aceitamos o amor do parceiro gay. Um amor amigo e companheiro para o resto da vida. Cada um tem um caminho diferente, mas estarão ligados pelo entendimento e amor para sempre. Eu penso cá com meus botões que não é humano viver um casamento desses, a separação e libertação dos cônjuges é  imprescindível. Mas até nisso não há regras, pois devemos ser livres para nos unirmos a alguém para que  nossa natureza humana tenha prazer de viver em liberdade!

Vamos falar mais desse assunto?

Foto: Reprodução Cosmo.Am

Por Ana Fadigas

Ana Fadigas é paulistana, leonina, mãe e avó. Publicitária, Jornalista, Editora e Terapeuta formada nas escolas da vida e pela vida em mais de 35 anos de mercado de Comunicação.
 
Todos os direitos reservados para © 2014 Em Neon
Desenvolvido por Code Art Design by Maurício Code